A capital e segunda maior cidade do Vietnã, é ponto de partida para vários destinos dentro do país, como Ha Long Bay e Sapa. E já que nossa trip incluía Ha Long Bay, ficamos em Hanói uma noite antes e uma depois do cruzeiro pela baía. Hanói tem como atrações turísticas centenas de templos e pagodas, alguns museus e um grande lago no centro da cidade. Acredito que dois dias são suficientes para conhece-lá e para não sair de lá louco. Isso porque a capital é super tumultuada e confusa. Imagine milhões de motinhos nas ruas misturadas com tuktuks, carros, bicicletas e carrocinhas de vendedores, emaranhados de fios de luzes por toda parte e vendedores ambulantes e de lojas andando nas calçadas chamando sua atenção. Até eu, que estou acostumada com a agitação e o trânsito maluco da China, fiquei surpresa.transito hanoi moto bicicleta carro loucura caos

vendedor ambulante vida hanoi frutas

rua hanoi centro fios de luz bagunçaNo insta (@ChinaChic segue lá) postei um vídeo mostrando como atravessar a rua em Hanói. Tivemos que aprender na marra, olhando como os locais faziam, pois quando não há semaforo, motos e carros não param para os pedestres nem na faixa de segurança (e mesmo quando há, as motos não obedecem o sinal vermelho), e o jeito é sair andando em linha reta e deixar que as milhares de motos desviem da gente. É realmente uma loucura!

rua centro hanoi loucura transitoMas isso não quer dizer que eu não gostei da cidade, pelo contrário, adorei vivênciar tudo isso, sentir a verdadeira essência do Vietnã e ainda conhecer o lado charmoso e histórico da cidade. Com mais de mil anos, é a cidade mais antiga do país e apoiada pela China durante a Guerra do Vietnã, me passou a impressão de ainda conservar muitos costumes e tradições dos chineses.

O lago Hoan Kiem, no coração da cidade, é um dos principais pontos turísticos e também de referência. Ao redor dele ficam vários restaurantes e barzinhos, que podem te presentear com uma bela vista. No centro do lago fica a ponte vermelha Huc, que dá acesso a um dos templos mais famosos da cidade, o Ngoc Son. À noite, quando iluminada, a paisagem fica ainda mais linda.

hanoi centro lago templo arco iris
Vista do lago com um belo arco-íris
hanoi centro lago iluminado ponte vermelha luz
E a vista a noite, com tudo iluminado!

A menos de 5 minutos de caminhada do lago fica a Night Market Street, que como o nome já diz, vira mercado de rua durante a noite. As barracas, em sua maioria, são de produtos falsificados, mas também tem handcrafts vietnamitas e com sorte achei uns vestidos lindos e bem feitos por US$8. E para quem quiser provar a verdadeira culinária local, aqui é o lugar!

8644118858_2751934647_z 16269234575_b3e868a35f_z
Screen Shot 2015-06-24 at 14.39.55

E saindo da Market Street a gente dá de cara com a rua dos barzinhos, a Tạ Hiện. São vários bares um ao lado do outro, com banquinhos de plástico posicionados na estreita calçada só esperando os clientes. Se quiser sentar na rua, tem que tomar cuidado para não ser atropelado. São motos, carros e pedrestes tentando passar ao mesmo tempo, pela mesma rua estreita, em ambos os sentidos. É ali que turistas e locais se encontram para o happy hour. E quem disse que Hanói não é animada? Fomos num barzinho no fim da noite, estava lotado e tinha uma banda com violinista tocando hits da música eletrônica, muito legal!

rua bares centro hanoi moto

bar calçada happy hour
No clima de Hanói, tomando uma margarita, afinal “its 5 o clock somewhere”

Do que estava no roteiro, ficou faltando conhecer o Mausóleu de Ho Chi Minh, o grande monumento onde está enterrado o corpo do líder vietnamita Ho Chi Minh. Mas esse teve que ficar para uma próxima oportunidade.

Apesar de todo caos, me diverti muito nas duas noites que fiquei pela cidade. E se tiver a oportunidade, voltarei um dia. E você, o que achou?