A baía com mais de 3 mil pequenas ilhas, formadas de calcário e emergindo das águas é um lugar incrível e único no mundo. Sério! Acredito que não exista lugar no mundo parecido com esse. Ainda é pouco conhecida pelos brasileiros, mas é famosa na Ásia inteira e quem vem ao Vietnã, não pode deixar de conhece-lá! Além de ser considerada patrimônio da UNESCO, Ha Long Bay foi eleita uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza.

Para conhecer os 1.500 kilômetros quadrados da baía, situada no Golfo de Tonkin, é preciso passar alguns dias em um cruzeiro. As empresas oferecem as opções de dois dias e uma noite ou três dias e duas noites, que foi o que escolhemos e indicamos. O passeio de dois dias é cansativo, pois como já comentei em outro post, é preciso enfrentar quatro horas de estrada em um dia e mais quatro horas no dia seguinte, sem contar que pula o segundo dia de passeio que é o mais legal, a visita a uma praia deserta no meio da baía.ha long bay signature cruise barco montanha

Entre todos os detalhes da viagem, o mais importante é: a escolha do barco. Quando comecei a pesquisar sobre Ha Long Bay, vi que o lugar dividia opiniões. Uns amaram (assim como eu) e outros não curtiram muito. Acho que a escolha do barco interefere muito, pois tem uns mais antigos que fazem muito barulho (não deve ser nada agradável passar a noite tentando dormir e escutando o ronco do motor) e as acomodações não parecem ser muito boas. Nós escolhemos o Signature Cruise, que tinha ótimas recomendações no Booking. E realmente foi ótimo. Staff super amigável, quartos lindos e com sacada e a comida muito boa. E a van luxuosa da empresa ainda nos pegou no hotel, em Hanói.

Outro fator que influência é o período do ano. Dezembro, janeiro e fevereiro é inverno no Vietnã. Não que lá faça muito frio, mas com temperaturas abaixo de 20 graus não dá pra aproveitar muito os passeios que envolvem banhos de mar. Evite julho, que é o mês das férias de verão na Ásia e Ha Long Bay fica lotada de turistas, além do mais, é época de chuva. Fomos no início de junho, pegamos um dia de chuva, mas nada que atrapalhasse nosso passeio.

As atividades do barco são devidamente cronômetradas. Tem hora para tudo: café da manhã, almoço, passeio, banho de mar, happy hour e janta. Achei que seria super corrido, mas não é. Faz os passeios quem quer – claro que fizemos todos, essa é a graça – e ainda sobra tempo suficiente para descansar e curtir o pôr do sol maravilhoso todo fim de tarde, se deliciando com os drinks servidos a bordo.

passeio baia povo simples pescadores casa flutuante
O primeiro passeio é para conhecer a vila de pescadores que moram no meio da baía
passeio barco meio da baia chapeu
Passeio de barquinho ao redor da vila e um pescador muito simpático nos guiando

por do sol sunset sol camera casal romance

por do sol barcos navio lindo paisagem
Fiquei encantada com esse pôr do sol! Que mara!

 

passeio caiaque praia deserta agua quente
No segundo dia fomos de caiaque até uma praia deserta. Apesar da chuva, foi o passeio mais legal que fizemos, a praia era linda e a água muito quentinha
sunset ceu lindo nuvens sol
E mais um fim de tarde maravilhoso!

caverna floresta barco

 

vista caverna arvore floresta
No terceiro e último dia, fomos conhecer a maior caverna de Ha Long Bay, com 10.200 metros quadrados

Eu, particularmente, achei que não ia gostar muito dessa trip, pois não sou o tipo de pessoa que vê graça em passar horas dentro de um navio, olhando para o nada. Mas esse passeio é diferente. A cada momento a paisagem muda e você esta sempre navegando por algo interessante e bonito de se ver. Imagina: são mais de 3 mil pedras gigantes, cada uma de um tamanho e formato diferente, com mais ou menos vegetação, algumas com gruta ou caverna no interior. O barco vai deslizando lentamente o dia inteiro  por meio a esse cenário e o astral é incrível!

E sobre Ha Long Bay era isso. Não gosto de escrever posts longos, mas o lugar é tão bacana que precisava dividir cada detalhe. Espero que através do meu relato e fotos, você consiga sentir a magia desse lugar!

:*