05 abril, 2017
Alimentos e outros produtos brasileiros na China? Sim, temos o Taobao
Compras, DICAS, LIFESTYLE, Redes Sociais

Uma das coisas que nós brasileiros mais sentimos falta quando moramos fora é a boa e velha comida típica brasileira: arroz, feijão, aquela farofa feita no capricho, guaraná gelada, o nosso querido pão de queijo, entre tantas outras coisas que são a cara da nossa terra.

Na China, até tem o Latina Grill (que eu já contei aqui), um restaurante brasileiro presente em grandes cidades chinesas que quebra um galho quando bate aquela vontade de comer um bom churrasco, com coração de galinha, polenta frita, maionese, caipirinha bem gelada e tudo que temos direito hmmm

Mas nem sempre dá pra ir né?! E também, o que fazer quando você está na China e bate aquela vontade de comer uma comida brasileira e bem caseira? Ahhh nessas horas, ainda bem que tem o TAOBAO!!

Eu já falei sobre ele aqui – o maior site de compras da China (se não do mundo), onde a gente encontra de tudo. Mas tudo mesmo! Inclusive produtos brasileiros e o melhor, produzidos no Brasil e não made in china.

Nas minhas primeiras vindas à China, a mala vinha cheia de mantimentos – tapioca, erva mate para chimarrão, feijão preto (não que na China não tenha, mas o gostinho do brasileiro é melhor) e mais um monte de coisas que não achava por aqui. Mas graças ao Taobao, hoje em dia as malas vem bem menos pesadas haha

E navegando pelo site chinês por algum tempo, cada vez mais, fui encontrando produtos com os quais me identificava. E a felicidade em encontrar comida brasileira acessível na China?! Nossa…. Então aqui vai uma listinha dos produtos brasileiros que podemos encontrar (mantive o nome das lojas em mandarim, para facilitar a busca):

巴西食品在綫 (Brazil Food Online)

Essa é a loja real oficial de produtos brasileiros. Só vende marcas brasileiras e várias coisas gostosas, como: tapioca, Guaraná Antártica, massa para pão de queijo, erva-matebatata palha, biscoito Passatempo {eu nem comia mais quando estava no Brasil, mas tive que encomendar só para matar a saudade}, paçoquinha, suco de açaí, farofa de mandioca, goiabada, cerveja Brahma e até Miojo (que eu não sei quem compraria, já que na China tem uma infinidade de tipos de noodles… mas enfim, tem!). As vezes, algumas mercadorias não tem a pronta-entrega, como é o caso da tapioca, que é um dos campeões de venda, por isso é bom sempre ficar ligado. Quando tem a pronta-entrega chega em casa rapidinho, de dois a três dias. Já comprei diversas vezes e recomendo!

Taobao loja produtos brasileiros compras china

 

巴西顶级有机绿蜂胶原

Essa outra loja também tem “Brazil” no nome (巴西 Bāxī) mas o negócio deles é outro. O principal produto é o extrato de própolis brasileiro, vendido de diversas marcas. Mas para a alegria do bom gaúcho, a loja vende cuia de chimarrão e também erva-mate (ou yerba mate, como esta descrito). Esses produtos são de origem argentina, mas na hora do aperto, é uma boa opção para quem gosta.

Alias, para minha surpresa, tem várias lojas do Taobao que vendem cuia de chimarrão, basta pesquisar por 马黛茶杯 (Mǎ dài chábēi – copo de mate).

E a fruta típica do nosso Brasil, o açaí, tem representante no site chinês. A fruta em si ainda não achei, mas sim o açaí em pó. Basta pesquisar por “acai powder” com “c” mesmo e verá que várias lojas comercializam. A marca é americana, mas claro que deve vir das terras tupiniquins.

Taobao compras açaí brasil

E por último, um alimento que não é somente especialidade brasileira, mas que tenho certeza que todo brasileiro, de norte a sul, adora. É o tal do aipim, também conhecido como mandioca e macaxeira. Aii que delícia!! Pior que nunca encontrava pra vender na China, nem nos maiores supermercados, como Carrefour e Walmart, e sentia a maior falta. Mas aí inventei de traduzir do inglês pro mandarim, pesquisei no Taobao é não é que eu achei!!? Em chinês se chama 木薯 (mùshǔ), então basta pesquisar por esse nome.

Taobao mandioca aipim comida tipica brasileira china

Mas não é só alimentos brasileiros que a gente encontra no Taobao, tem também marcas de cosméticos, como as famosas Boticário e Natura, que eu particularmente adoro! Especialmente os cremes hidratantes, super perfumados. Adorei ter encontrado essas belezinhas pelo site, pois isso era outra coisa que eu costumava trazer do Brasil. Para achar, basta pesquisar por “Boticario” e “Natura Brazil”.

Taobao cremes produtos beleza boticario china

Bom, esses são algumas coisas que eu mais sentia falta de comer depois que vim para a China. E pesquisando no site, conversando com um ali e outro aqui, acabei descobrindo onde achar. Se você conhece mais algum, sua dica será bem vinda nos comentários.

Para falar a verdade, depois que descobri o Taobao, não senti falta de mais nada nas minhas refeições. Claro que o preço dos produtos é mais alto do que os praticados no Brasil, afinal, estamos falando de produtos importados. Mas ainda assim é ótimo saber que temos a ‘quem’ recorrer quando acaba o nosso estoque, não é?!

 

SaveMe!
05 fevereiro, 2017
Meu vestido de noiva Made in China
Beleza, BELEZA, Compras, DICAS, Look do Dia, MODA, Tendências

Hoje, três meses do dia da minha festa de casamento, estava revendo as fotos e resolvi compartilhar aqui sobre um assunto bem pessoal e especial – A ESCOLHA DO MEU VESTIDO DE NOIVA. Afinal, eu amei, muita gente amou e foi MADE IN CHINA.

Olha, vocês não sabem quanta gente ficou surpresa quando contei que mandei fazer meu vestido na China… Na verdade, eu vi diversos vestidos para alugar no Brasil e além de serem caros (os que mais gostei variavam de R$ 6mil a R$ 9 mil o valor do aluguel!), não me apaixonei por nenhum que provei. E como eu já tinha uma ideia bem clara do modelo de vestido de noiva que eu queria seria melhor mandar fazer. Como eu passo mais tempo na China do que Brasil, ficaria complicado mandar fazer um vestido no Brasil e acompanhar tudo de tão longe. Então eu pensei: por que não mandar fazer o vestido de noiva na China?

Acho que já está mais do que na hora de acabar com essa premissa de que tudo que é feito na China é de má qualidade. Até porque aquela bolsa que você pagou caríssimo ou a camiseta de marca que você comprou em Nova Iorque, podem muito bem terem sido produzidas na China.

Por aqui existem milhares de costureiras especializadas em vestidos de festas e de noivas. Nem todas são boas, claro e eu pesquisei muito, perguntei muito, pois sabia que precisava de alguém que pudesse confiar tanto na qualidade do serviço e mão de obra quanto na qualidade do material, comprometimento, prazo de entrega, etc.. São vários fatores a se analisar antes de escolher o responsável por confeccionar o modelito mais especial da sua vida.

Uma amiga que trabalha no ramo de roupas e já mora há muitos anos na China, me indicou um ateliê de noivas em Hangzhou. Entrei em contato com a dona, uma chinesa muito querida e simpática chamada Vivi, peguei um voo para Hangzhou e fui conhecer o ateliê. Claro que a maioria dos vestidos prontos que ela tinha eram bem no estilo chinês – muito tule, saia rodada cheia de camadas e até alguns modelos em vermelho, já que faz parte da tradição chinesa as mulheres se casarem de vermelho. Nada do meu agrado, mas eu já sabia que iria mandar fazer o vestido do jeito que eu imaginava.

Desde o início das pesquisas, já imaginava um modelo de vestido de noiva justo. E como estávamos planejando um casamento moderno e na praia, o modelo sereia seria perfeito para a ocasião e também para meu tipo de corpo, mignon. E tinha que ter um decote bem profundo nas costas. Acho lindo para as magrinhas e levemente sensual.

Depois de explicar como gostaria e mostrar algumas fotos, a Vivi fez um esboço do vestido e me deu algumas dicas do que podíamos mudar, para deixa-lo mais bonito e confortável. Achei ótimo que ela foi super sincera, mostrou que tinha bastante conhecimento no assunto e assim, me passou confiança. Pois além da barreira dos costumes e do idioma, afinal ela é uma chinesa e fala um inglês razoável, ela conseguiu captar minhas ideias e nos entendemos bem.

Minha outra exigência era usar renda. Amo vestido de noiva rendado e sempre sonhei com o meu assim. Ela me mostrou algumas rendas taiwanesas e além disso, eu tinha a opção de usar renda italiana ou francesa, o vestido ficaria quase o dobro do preço, mas mesmo assim sairia mais barato do que mandar fazer um vestido de mesmo nível no Brasil. Só consegui ver as rendas italianas e francesas por foto e foi difícil decidir por uma. Quando finalmente decidi, não teria mais tempo hábil para mandar a renda da Europa e confeccionar o vestido, então acabei optando por usar só rendas taiwanesas. E para falar a verdade, eu amei as rendas. As rendas de Taiwan são conhecidas pela boa qualidade, tão boas quanto a renda francesa, leves e com toque macio. Algumas partes da renda não foram costuradas no vestido, para dar um leve efeito 3D, em alta no universo dos casamentos atualmente.

No mais, ela usou três camadas de tule transparente no corpo do vestido e apenas duas na cauda, pois queria uma cauda leve e esvoaçante. A transparência é uma tendência de moda super atual e como o casamento seria durante o dia e na praia, teria tudo a ver. No dia, usei um shortinho justo de cintura alta cor da pele, para não mostrar demais. E um dos tecidos tinha um fundo de tela, o que eu achei que deu um detalhe a mais e super remete ao estilo praiano. Sobre a cauda, pedi que não fosse tão longa, pois iria usar véu na hora da cerimônia e cauda muito longa atrapalha para dançar. Na festa, prendi a cauda no vestido para aproveitar e dançar muito sem qualquer preocupação de pisarem nela. A cauda foi presa com botões transparentes que ela costurou no vestido, quase impossíveis de enxergar.

Para dar o toque final, ela usou pequenas miçangas transparentes e pérolas por cima da renda. As pérolas ficaram um charme e tem tuuuudo a ver com o clima praia, mar, romance… E ainda usei um cinto delicado para marcar a cintura e deixar a silhueta bem feminina. A renda e as pérolas dão um toque romântico ao estilo mais sexy do modelo sereia decotado. Achei na medida perfeita para meu tipo de corpo.

Para não dizer que foi tudo perfeito, no meio do caminho tivemos alguns contratempos, o vestido era como eu havia passado pra ela, mas não tinha ficado bem no meu corpo, então ela fez um novinho com todas as alterações que eu pedi. No dia da ultima prova fiquei super aliviada, estava perfeito, como eu queria. E no dia do casamento, me senti linda e muita confortável com ele.

20161105EvelynRoro_0831

IMG_0119

20161105EvelynRoro_1800

20161105EvelynRoro_2729

20161105EvelynRoro_4465

20161105EvelynRoro_4188

Bom, mas para as noivas que pensam em encomendar vestido da China, eu sugiro pesquisar bem, entrar em contato com o vendedor, perguntar sobre a qualidade do material, do tecido usado e a procedência da renda, caso tenha. As rendas chinesas costumam ser mais duras e pouco maleáveis, não se moldam no corpo. Também já vi muito vestido costurado de qualquer jeito e até manchado. Nem sempre dá pra confiar nas fotos postadas pela loja em questão, pois as vezes eles copiam o modelo de alguma marca famosa ou de alguma celebridade e divulgam fotos não autorais como se fossem deles. O modelo pode ser lindo, mas a qualidade nem tanto, por isso fique atenta. E independente se for mandar fazer o vestido de noiva na China ou em qualquer outro lugar do mundo, acho importante ter em mente o modelo que deseja, o que ficará melhor no seu tipo de corpo, pois além de se sentir linda, tem que se sentir confortável, segura e de bem consigo mesma. Afinal, esse é o SEU DIA DE ARRASAR!

Quem tiver interesse (e algumas meninas já entraram em contato comigo perguntando) vou deixar o contato do ateliê da Vivi. Ela confecciona o vestido a distância, manda fotos a cada etapa de produção e quando pronto envia para o seu endereço, inclusive no Brasil.

V2 Wedding Dress Hangzhou | WeChat ID: oranpooh (Vivi). Ps: tem várias fotos do trabalho dela no wechat e ela prometeu que vai fazer um insta, atualizo por aqui quando souber.

Essa foi a minha experiência com vestido de noiva da China e a sua?

25 janeiro, 2017
Ano Novo Chinês | As grifes internacionais que homenagearam o maior feriado da China
Beleza, BELEZA, Compras, MODA

Que a cultura chinesa vem, cada vez mais, influenciando o mundo fashion, não há como negar. Não só as marcas e grifes internacionais mais famosas do mundo estão presentes nas principais cidades chinesas, como algumas delas resolveram celebrar a chegada do Ano Novo chinês lançando produtos de edição especial inspirados no ano do galo.

Labels de luxo, como Gucci e Versace, homenagearam o feriado mais importante da China lançando uma bolsa especial para a ocasião. Assim como uma das nossas marcas favoritas de maquiagem, a M.A.C, que criou uma linha, incluindo paleta de cores de sombra, batom e blush, toda pensada para essa data.

Um dos modelos de bolsa ícone da Gucci, a Dyonisus, ganha uma versão em couro vermelho e estampa floral, que remete ao Ano Novo Lunar. Segundo a Gucci, as flores foram intrincadamente gravadas no couro e receberam acabamento em ouro metálico. O processo é chamado de Ramage.

CNY bolsa Gucci vermelha china

O valor da bolsa de edição especial? Cerca de HK 23.900 (USD 3.080). Mais infos no site gucci.com.

Já a Versace, que coisa mais rica… trouxe a Palazzo Empire nas cores vermelha, dourado e preto. A bolsa vem com uma tag de metal gravada “Chinese New Year Special Edition 2017″ e um galo em metal dourado cravejado de cristais Swarovski. Linda, né!? O valor estimado é HK 21.300 (USD 2.750). Veja mais detalhes no site versace.com.

Bolsa Versace Palazzo Empire edição ano novo chinês vermelho

 

A Hogan, marca italiana de sapatos de luxo, criou uma linha de sneakers para o Ano Novo Chinês. A linha conta com um tênis plataforma nas cores branco, vermelho e dourado e um slip on também branco, vermelho e dourado, com uma pegada rock e a estampa de um galo estiloso em um dos pares. Super cool!

hogan coleção tenis plataforma ano novo chines

O tênis custa HK 4.600 (USD 593) nas lojas da marca.

Ramesh Nair, diretor criativo da Moynat Paris, criou dois enfeites de bolsa inspirados no ano do galo. Os acessórios são feitos de couro e recebem ilustrações originais de galos no maior estilo rock’n roll. E os galos roqueiros tem até nome: Elvis e Sid. Uma graça para usar na alça da bolsa, não acham?

Ano novo chines galo porta tag moynat

 

Já a M.A.C, marca de makeup que a gente adora e que é super antenada nas datas e tendências chinesas {dá uma olhada aqui no quanto eles já se inspiraram na cultura chinesa}, criou uma coleção especial chamada “Chinese New Year” com direito a campanha, lançada em dezembro de 2016, que traz um ar retrô e misterioso. A coleção conta com três cores de batons (rosado e vermelho rubi matte), lápis para os lábios, delineador, primer, blush e uma paleta de sombras com cores super suaves e lindas. Todos os produtos da linha vem em embalagem vermelha com estampa floral, bem característica das pinturas chinesas. Os colecionadores vão amar!

Produtos à venda no site da maccosmetics.com

MAC Chinese New year 2017

E ainda tem mais marcas internacionais de beauty que também homenagearam o Ano Novo Chinês: a YSL Baeuté, lançou um blush em tons de rosa claro e dourado luminoso embalados por uma caixinha super fofa dourada com pendão de franjas vermelhas, acessório comum do artesanato chinês; a Giorgio Armani, trouxe um pó compacto iluminador, Armani Glow, que vem em uma embalagem de tampa vermelha com o caracter em mandarim que significa sorte e o desenho de um galo sobre o pó e por ultimo; a SK-II que lançou a linha “Holiday Limited Edition” um edição limitada de essências para tratamento facial.

YSL Giorgio Armani beleza edição especial Ano Novo Chines.001

Ao meu ver, essas edições especiais lançadas totalmente voltadas ao maior feriado da China, mostra o interesse dessas grandes marcas na cultura chinesa e ainda o esforço dedicado em atingir o público patriota, especialmente com alto poder aquisitivo.

Então, o que acharam das edições limitadas?

05 dezembro, 2016
Taobao | O maior site de compras (baratas) da China
Compras, DICAS

Se você anda por esses lados da Ásia, certamente, já ouviu falar do famoso site de compras chinês. Se ainda não ouviu, precisa conhecer… O Taobao é o Amazon da China, mas com milhares de produtos muito mais baratos.

O site comercializa de tudo, mas TUDO MESMO! Tudo o que a sua imaginação lhe permitir idealizar, tem no Taobao: vestuário infantil e adulto, roupas de esporte, sapatos, bolsas e acessórios, itens para pets, itens domésticos e de decoração, móveis, eletrônicos, eletrodomésticos, alimentos, bebidas, brinquedos, livros, flores, produtos importados (e os falsificados também!) e mais uma lista de coisas que não acaba mais. Alguns de qualidade, outros nem tanto. Já ouvi falar que são mais de 700 mil itens cadastrados no Taobao. Se esse número está atualizado, eu não sei, mas é muito coisa. Qualquer um pode se cadastrar, tanto como comprador quanto como vendedor. Ele permite que você receba suas compras na porta de casa e ainda paga menos por isso.

taobao-shopping-online-china-site-de-compras-vendas

O Taobao pertence ao mesmo grupo que o Aliexpress e Alibaba e o idealizador de todos esses sites é um dos chineses mais ricos do país. Pudera, né.

O site é todo em mandarim, mas uma vez que você faz o cadastro, insere o seu endereço e descobre os caminhos, é muito simples fazer o pedido e efetuar a compra. Eu faço tudo pelo aplicativo, pois facilita muito a vida. E isso, na verdade, é um perigo (para o bolso), pois enquanto você pesquisa uma determinada coisa, na lateral ou abaixo aparecem os “itens sugeridos” e de repente você lembra que precisa de mais coisas e assim vai indo até virar uma bola de neve. Eu confesso: sou viciada no Taobao (assim como a maioria dos chineses). Vivo pesquisando coisas para comprar e meu carrinho de compras já chegou ao limite dos 99 produtos diversas vezes #shameonme

Taobao site compras opine China shopping

Para falar a verdade, depois que descobri o Taobao, raramente vou ao supermercado, pois encomendo quase tudo pelo site. Gosto de ter uma alimentação saudável e muitas das coisas que dificilmente encontro nos supermercados nacionais da China (produtos glúten-free, sem lactose, arroz integral, oleaginosas naturais, alimentos fitness…) acho tudo no Taobao. Boa parte da minha casa no Brasil foi montada com coisas que comprei pelo site e levei na mala da China para o Brasil (papel de parede, pia, torneiras, decoração…). Já ouvi falar de gente que mobiliou e decorou sua casa inteira só com coisas do Taobao. Já conheci noiva que comprou o vestido do casamento pelo site, e vizinho meu que comprou até moto. Se duvidar, tem até chinês anunciando a mãe, ou mãe anunciando filho para casar.

Também já não compro mais uma coisa de primeira quando vou a uma loja. Primeiro tiro foto e jogo no Taobao para ver se encontro algum produto parecido por preço mais baixo. Alias, isso é outra maravilha do site: é possível tirar foto dentro do aplicativo ou fazer o upload de uma foto no site, que o próprio faz o reconhecimento e te revela as opções à venda. Abaixo, eu fiz o upload de uma foto com uma bolsa preta da Chanel e o site me trouxe todas as bolsas semelhantes. É ou não é uma mão na roda!?

Taobao site de compras china pesquisa bolsa chanel

Mas antes de qualquer compra, gosto de enviar uma mensagem pelo chat para o vendedor, para ter uma ideia da seriedade do mesmo. Verificar se este é de confiança, perguntar quantos dias demora a entrega, coisas simples. Geralmente os vendedores só falam mandarim, então para aqueles que não sabem escrever, sugiro pedir ajuda pro nosso amigo Google Tradutor. Ou vá no inglês mesmo. Se o vendedor estiver afim de vender, ele com certeza, responderá.

Outra dica boa é: pesquise produtos não só em inglês, mas também em mandarim (digita o que você procura no Google Translate e copia pro Taobao), pois os produtos com descrição em mandarim costumam ser mais baratos do que os com descrição em inglês. Pesquise de ambas maneiras e compare preços. Ou como eu comentei aqui em cima, tire foto pelo app do produto que você deseja e ele te mostra as opções.

Também não dá para se iludir tanto. Se encontrar algo extremamente barato, desconfie da qualidade (especialmente roupas). Sempre procure pela pontuação do vendedor e leia os comentários de quem já comprou de cada loja. Eu faço isso – copio os comentários em mandarim e jogo no tradutor (nesse caso faço pelo site do Taobao, pois pelo app não consigo selecionar os comentários). Dessa maneira, consigo descobrir se o comentário é positivo ou negativo. Já me livrei de alguns vendedores ruins fazendo isso. O mais engraçado é que já encontrei fotos da Adriana Lima, Tássia Naves e várias blogueiras de moda e modelos famosas com seus looks sendo vendidos no Taobao. Cópia, claro. Mas vai saber se a qualidade da roupa é a mesma, se a costura é boa… Quando encontrar algum produto em que a foto seja retirada da internet, geralmente, não dá para confiar na qualidade da peça.

A má notícia para quem não está em terras chinesas, é que o Taobao só entrega na China e em alguns países da Ásia, como Cingapura, Coréia e Japão. Já ouvi falar de alguns “sites agentes” que traduzem o conteúdo do Taobao para inglês (e até para o português) e enviam os produtos para mundo inteiro. Claro que eles cobram uma taxa em cima do valor total do produto. Não citarei nenhum aqui, pois nunca usei e não sei se são confiáveis. Mas basta digitar “how to buy on taobao” no Google, que vários desses sites aparecerão como resultado da pesquisa.

Você pode pagar suas encomendas com cartão de crédito Visa e Mastercard. Mas para comprar pelo Taobao da maneira mais fácil, é bom criar uma conta no Alipay (支付宝 | Zhīfùbǎo), que é um serviço de pagamento semelhante ao Paypal (já viu que os chineses tem os mesmos “facilitadores-de-vida-digitais” que os americanos, mas na versão deles). O Alipay agora tem sua versão em inglês, o que ajuda muito nós expatriados. Aliás, não existe app melhor do que esse para quem vive na China (depois do VPN, claro). Eu não saio mais de casa com dinheiro vivo e nem cartão de banco, só carrego o celular. Pago as contas, taxi, supermercado, tudo através do código QR do app do Alipay. Também consigo transferir dinheiro para outras contas. Uma maravilha!

Outro ponto positivo de comprar pela web na China é o prazo de entrega. As agências de correio funcionam muito bem no país inteiro. São várias empresas diferentes, o preço é justo e a entrega é rápida. As encomendas do Taobao costumam levar de dois a quatro dias para serem entregues. Algumas vezes chega de um dia para o outro.

  • “Bom, e depois dessa propaganda toda, como faz para comprar no Taobao, afinal?” Boa pergunta! Eu aprendi o passo a passo para cadastrar através deste tutorial. Eles explicam direitinho e ilustram através de fotos cada passo a ser seguido.

Então, depois de baixar o app através do Apple Store ou Android procurando por “Taobao” ou “淘宝”, é só se cadastrar, conforme o tutorial, e preparar o dedinho para fazer muitas compras online. Gosto do app, pois ele te envia mensagem avisando quando a compra foi despachada e posteriormente, quando saiu para entrega. Ainda te informa o itinerário da compra, ou seja, a cidade que está e o porque está lá. Para isso, é só ir no ícone do boneco, onde está escrito “我的淘宝” (meu Taobao) e depois no ícone do caminhão. Ah, e quando sai para a entrega você recebe o número de telefone do entregador. Quando estou ansiosa para receber algo ou preciso sair de casa, envio uma mensagem para o entregador (em mandarim, viu gente) e peço para vir à minha casa o quanto antes possível. Sempre funciona.

Enfim, o Taobao é fácil de usar, mas pode ser um pouco trabalhoso para nós que não sabemos ler em mandarim. Mas no fim das contas, o que a gente poupa $$ vale a pena.

Aproveite o 12/12 que é o dia de torra-torra na China (tipo Black Friday, mas cai numa segunda) e compre tudo o que você está precisando, de barbada. É ou não é o paraíso das compras online?

 

08 agosto, 2016
Conhece o segredo de beauty das orientais? Máscara Facial descartável já!
Beleza, BELEZA, Compras, DICAS

Faz um tempão que penso em escrever sobre esse assunto e teve até algumas seguidoras do blog que me pediram para falar sobre os produtinhos de beleza famosos por essas bandas – ou seja, o que a gente mais encontra nas perfumarias e lojas de cosméticos da China. Então pedido feito, pedido aceito. Vou começar a “série de posts” falando sobre o produto de beauty mais amado pelas orientais (considerando a variedade de tipos e marcas que encontramos à venda): a facial mask.

mascara facial china

Tenho certeza que toda mulher sabe o que é máscara facial e até já deve ter feito alguma mistura inusitada de avocado com banana, mel, aveia, sal, farofa, leite, ovo e por aí vai, porque leu em alguma revista ou site de assuntos femininos sobre o milagre que tal mistura fazia para a pele. #quemnunca

Mas aqui na Ásia nada de passar trabalho com a mistura das máscaras faciais tradicionais ou caseiras. Como esse povo gosta de praticidade (e com razão), eles trataram logo de criar a máscara facial que já vem pronta. Geralmente, são feitas de tecido ou papel e embebidas em diversos ativos benéficos para a pele. É superprática, rápida e fácil de usar, pois já vem recortada no formato do rosto. O modo de uso não tem segredo: é só retirar a máscara da embalagem, aplicar sobre o rosto, deixar agir por 10 a 20 minutos e voilà, tira a máscara e irá se sentir com pele de bebê… ou quase isso. O material, tecido ou papel, vem tão molhado, que logo gruda na face como se fosse adesivo, mas não incomoda em nada.

 

mascara facial como usar china

Para quem ainda não conhece os benefícios das máscaras faciais, elas servem para hidratar, purificar, revitalizar, tonificar, nutrir e acalmar a pele, dependendo da composição. A maneira como a máscara pronta é aplicada faz com que a pele absorva melhor e mais rapidamente os ativos, se comparada a máscara tradicional, pois fica em contato direto com a pele do rosto, grudadinha. Podem ser usadas semanalmente e ajudam a potencializar os efeitos do creme hidratante diário.

Esse produto de beleza surgiu na Ásia e é sucesso não só entre as chinesas, mas também entre as coreanas e japonesas. Na China existem infinitas marcas, composições e preços. É o produto de beleza que mais toma conta das prateleiras das perfumarias e lojas de cosméticos do país. Basta entrar em uma Sasa da vida e já dará de cara com várias prateleiras, graciosamente, intituladas “Mask Center” ou “miànmó zhōngxīn (面膜中心)” ou divididas por marcas. Além da Sasa, encontramos uma variedade de marcas e tipos na Watsons, Siemings e tantas outras redes de lojas chinesas de cosméticos.

IMG_1826

mascara facial centro lojas

facial mask publicidade

Segundo uma pesquisa realizada pela indústria de cosméticos da China em 2015, a facial mask é o item de maior desenvolvimento na indústria da beleza do país, com crescimento de 25% ao ano e com 10 anos de vendas, atingiu o valor de mercado de 30 bilhões de RMB em 2015, o que equivale a mais de 4.5 bilhões de dólares. Oi? Preocupadas com a poluição, as mudanças climáticas e os raios solares, as chinesas da geração 80 e 90 são as maiores consumidoras.

Pelo mundo, a facial mask também virou hitSephora (encontre aqui), Givenchy (aqui), Shiseido (aqui) são só algumas das marcas mais conhecidas que se renderam a essa belezinha asiática.

Algumas composições envolvem ácido hialurônico, colágeno, argila, vitaminas e tantos outros ativos que prometem fazer milagres com a pele, entre eles, prevenir rugas e até eliminar olheiras. Outra dica importante é cuidar na hora da compra para escolher uma máscara ideal para o seu tipo de pele: seca, mista ou oleosa. Bem, na China, vou na sorte (ou na embalagem mais bonitinha), já que a descrição é, quase sempre, toda em mandarim (sou semi-analfabeta por aqui ainda :/ ). Mas uso muito, pois além de ser ótima para a saúde da pele, a facil mask ainda ajuda a eliminar a sujeira, poluição e oleosidade do rosto, que vamos combinar, na China tem aos montes…

 

06 maio, 2016
A moda conceito e o mercado de luxo na China
Compras, Curiosidades, MODA, Street Style, Tendências

Esses tempos li o comentário de um leitor do blog que disse estar surpreso com o fato do quanto o mercado da moda é forte na China. Digo moda conceito, labels. Aí me dei conta de como o país ainda é conhecido lá fora pelas roupas baratas e produtos falsificados. O que é uma pena, pois a indústria fashion na China tem talento, potencial, e vem crescendo e se destacando muito em âmbito internacional. 

Escrevi esse texto na minha coluna de moda no blog Brasileiras Pelo Mundo. Adorei tanto pesquisar sobre esse assunto (acabei aprendendo muito) e achei ainda mais gostoso escrever sobre, que resolvi compartilhar por aqui. Boa leitura! :)  

Nós brasileiros temos o costume de pensar que toda etiqueta “made in China” é sinônimo de coisa barata e de má qualidade. Na moda isso é bem evidente. Os sites de vendas online como o Aliexpress, em que roupas, sapatos e acessórios produzidos na China são vendidos a preço de banana e, muitas vezes, feitos com tecidos simples e acabamento ruim, reforçam esse pensamento. Mas a verdade é que, com o rápido crescimento econômico do país nos últimos anos, os consumidores chineses com alto poder aquisitivo se tornaram ávidos por artigos de luxo e moda de alta costura. E por isso, o “made in China” passou a atender a esse mercado, que oferece produtos exclusivos e de alta qualidade.

Em meados dos anos 90, as primeiras grifes mundiais começaram a se instalar em Hong Kong, Pequim e Xangai. Atualmente, toda cidade chinesa desenvolvida tem lojas de grifes internacionais renomadas como Dior, Louis Vuitton, Burberry, Chanel, Givenchy, Prada, Miu Miu, Hermes, entre tantas outras, espalhadas pelos melhores bairros e distritos. Estas gigantes da moda, veem a China como um dos mercados de maior potencial no mundo. Segundo uma pesquisa realizada pela ONG americana Associação de Luxo Mundial, a China é o segundo maior mercado de produtos de luxo do mundo e até 2017, será o primeiro.

Até alguns anos atrás, as consumidoras classe A desejavam produtos com megalogos ou monogramas, ou seja, aqueles que tivessem o logotipo da marca bem visível. Tudo para conferir status e poder, e mostrar que tinham condições de ter um artigo de luxo. Essa necessidade de ostentação vem, provavelmente, de uma mentalidade antiga, causada pela pobreza extrema e pelo rápido desenvolvimento econômico no país.

Hoje em dia, “qualquer um” pode exibir uma bolsa Gucci ou Louis Vuitton, especialmente devido ao crescimento desenfreado das falsificações. Por isso, bolsas com megalogos ou monogramas passaram a ser relacionadas à classe média. Basta você ir ao supermercado ou sentar em um restaurante, que vai ver várias chinesas com uma bolsa Louis Vuitton embaixo do braço. Por isso, as consumidoras ricas e “phynas” de verdade dão prioridade às marcas que oferecem produtos mais discretos, sem sinalização aparente. Com isso, as marcas de luxo passaram a rever sua forma de apresentação e estão se adequando, cada vez mais, ao estilo chinês. Bottega Veneta, uma das grifes pioneiras na eliminação da etiqueta externa, é uma das preferidas entre as chinesas com alto poder aquisitivo.

look bolsa chanel China

Louis Vuitton china país falsificação bolsas

Mas não é só de grifes internacionais que o mercado de luxo é feito na China. Com a onda do sentimento de patriotismo, espalhada principalmente pelo presidente Xi Jinping, os consumidores chineses começaram a se orgulhar do estilo de vida chinês e a prestar mais atenção às marcas nacionais. No último Shanghai Fashion Week, em outubro de 2015, a imprensa declarou que as semanas de moda da China recebem, a cada estação, mais chineses interessados na moda nacional e compradores do mundo todo, dispostos a abrir as portas de suas boutiques para os designers daqui. E não há como negar que a exposição China: Through the Looking Glass, no Met Museum de Nova Iorque, no ano passado, serviu como um empurrão para colocar de vez a moda conceito da China na cena fashion mundial.

Com esse crescimento constante, as marcas globais estão com os olhos atentos ao mercado chinês. E estilistas famosos já vêm buscando inspiração na cultura oriental há algum tempo. Criações de John Galliano para Dior, Tom Ford para Yves Saint Laurent, Sarah Burton para Alexander McQueen e Karl Lagerfeld, todas exclusivas e inspiradas na cultura chinesa, fizeram parte da exposição citada acima, que ocorreu em NY. Segundo o MET Museum, esta foi a exposição de moda mais famosa e visitada do museu até hoje.

Porcelana da Dinastia Ming (seculo XV) Evening dress by Roberto Cavalli, 2005-6 e Sarah Burton dress para Alexander McQueen 2012

Vestido do designer chinês Guo Pei

Além do sentimento patriota, o fato das chinesas optarem por trocar artigos ostentação por outros com mais classe e exclusividade, ajudou a colocar as grifes nacionais em um patamar competitivo com as marcas mundiais. Ainda que as grifes chinesas trabalhem com peças caras, tanto quanto as de grifes internacionais, e não venham acompanhadas do glamour da etiqueta europeia, elas estão ganhando espaço considerável no mercado de luxo da China e nos armários das mulheres ricas.

Masha Ma é uma das marcas mais queridas. A jovem estilista de mesmo nome já transitou pelos ateliês chiques de Paris, desfilou suas coleções no Paris e London Fashion Week, e hoje está de volta a Shanghai, onde abriu seu próprio ateliê. Uma Wang seguiu os mesmos passos e fez seu nome no mercado de luxo mundial. Suas criações já foram desfiladas nas semanas de moda da Europa e são vendidas em lojas de Londres, Milão e Nova Iorque.

E há vários outros nomes de estilistas chineses que começaram a pipocar na cena fashion mundial. Guo Pei, uma das mais renomadas, é responsável por vestir várias celebridades chinesas nos eventos mundo afora. Uma de suas criações, o imponente e polêmico vestido amarelo com cauda, foi escolhida pela cantora Rihanna para desfilar no tapete vermelho do Met Gala de 2015, um dos eventos de moda mais esperados do ano. Você lembra?

rihanna vestido met ball guo pei designer chinesa

Guo Pei também lançou uma linha em parceria com a marca de cosméticos MAC (veja as belezuras aqui). Assim como a jovem estilista de jóias Bao Bao Wan. O talentoso Jason Wu, nascido em Taiwan e radicado em Nova Iorque, é uma das estrelas do NYFW há quase 10 anos. São todos jovens designers chineses que estão transformando a moda de luxo na China e levando um novo conceito de “made in China” para o mercado ocidental. Se você se interessa por moda, pode anotar esses nomes. Eles já dominaram o mercado de luxo da China e vão fazer muito barulho na moda global. Concordas?

29 março, 2016
Destino China | Hong Kong e as compras no Citygate Shopping Outlet e na Mong Kok
Compras, Destino China, DICAS, Hong Kong

Hong Kong é uma cidade surpreendente, onde culturas tão diferentes se cruzam, onde o oriente encontra o ocidente e onde o simples e o imponente convivem em harmonia. Por essas e outras razões, eu gosto tanto de ir à Hong Kong, que fica a apenas 50 minutos de voo da cidade onde moro.

No ultimo fim de semana estive na cidade e aproveitei que o tempo estava nublado e com muita ventania para ir às compras e passear no shopping. Afinal, esta é a quarta ou quinta vez que visito a cidade e já tive a oportunidade de conhecer a maioria dos pontos turísticos (descubra mais aqui) e sem falar que, Hong Kong é, definitivamente, um destino perfeito para compras. É onde a gente encontra de tudo, desde computadores e outros eletrônicos até artesanatos chineses, passando por vestuário, bolsas, sapatos e acessórios de diferentes preços e qualidades.

A Times Square em Causeway Bay, os shopping centers, IFC Mall e Landmark, da região Central, a Canton Road e a extensa rua com lojas de luxo em Tsim Sha Tsui são só alguns dos exemplos de lugares que Hong Kong tem a oferecer aos shoppaholics e consumistas de plantão.

Mas nessa recente ida a HK eu me dediquei a desbravar, especialmente, dois lugares super indicados para compras, destacando a venda de artigos de luxo, roupas, sapatos e acessórios de grifes e de marcas famosas de esportes. São estes: o Citygate Outlet e a Mong Kok.

Já falei do Citygate Outlet aqui no blog, pois é um dos lugares que sempre vou quando estou em Hong Kong. Até porque, fica pertinho do aeroporto e como o nome já diz, é outlet (vulgo: liquidação)! Dessa vez, eu fiquei hospedada na casa de uma amiga que mora no complexo de prédios em frente ao Citygate, ou seja, praticamente morei dentro do shopping durante alguns dias. Eu almoçava, jantava, fazia compras no supermercado e passeava pelas lojas do shopping quase que todos os dias. Então consegui conhecer melhor cada andar e cada cantinho de lá, pois sempre passava na correria antes de ir para o aeroporto pegar o voo de volta.

citygate outlet compras lojas marca hong kong

O andar térreo é dedicado aos atletas. Tem loja da Nike, Adidas, New Balance, Puma e The North Face. Tem também relógios da Swatch e City Chain. E uma Levis. A Nike é minha preferida, tem peças de roupa de ginástica lindas e modelos de tênis bem estilosos, bons descontos e por isso está sempre lotada.

No primeiro andar começam as lojas de vestuário de moda, cosméticos e acessórios. A Calvin Klein é uma das que mais chama a atenção, pelo tamanho da loja, que é anexada a da Armani Exchange. Ainda tem Tommy Hilfiger, Guess e Timberland. A loja de óculos Optical 88, a Samsonite e a Sasa e The Body Shop, as preferidas de quem adora maquiagem ou um creme cheiroso para o corpo.

A maior concentração de lojas tops e de artigos de luxo, provavelmente, está no segundo andar: Coach, Burberry, Polo Raulph Lauren, Armani, MaxMara, Calvin Klein underwear, Michael Kors, Kate Spade e Furla estão aqui. E uma das minhas lojas preferidas do outlet, a Diane Von Furstenberg, conhecida como DVF, uma das mulheres mais influentes do mundo da moda e criadora do vestido envelope. Mesmo sendo modelos de coleções passadas, os vestidos são atemporais, versáteis e ficam lindos no corpo, eu sou fã.

Citygate Outlet look vestido DVF compras Hong Kong

Em algumas lojas até são formadas filas de espera na porta, para garantir que o cliente que está dentro da loja consiga olhar tudo com calma e sem muito tumulto. Coach e Michael Kors são as preferidas dos chineses. Portanto, se você for a esta shopping no fim de semana, provavelmente, terá que esperar na fila para entrar. Claro que se você for as compras no Citygate pensando que tudo é muito barato, pode se decepcionar. Os descontos variam entre 30% e 50%, podendo chegar a 70%. Mas é preciso levar em consideração que estamos falando de marcas internacionais renomadas e não há lugar no mundo que supere os preços praticados por essas marcas nos Estados Unidos, por exemplo. Mas se você está em Hong Kong e procura por grifes famosas com preço mais baixo, o Citygate Outlet é o lugar mas indicado!

Se acha que terminou, está enganado… tem ainda o décimo andar do prédio, que é reservado exclusivamente para o Outlet da Aerosoles, uma marca americana de sapatos para homens e mulheres. Um andar com Praça de Alimentação e no subsolo um supermercado grande e com muitos produtos importados (eu aproveito para comprar tudo que não encontra na China Continental). O shopping fica perto do cable car do Ngong Ping 360 que leva para a Estátua do Buda Gigante e perto do Parque da Disney.

Para chegar no shopping, em Lantau Island, não tem erro. A estação Tung Chung do MRT fica dentro do local, que está situado a mais ou menos 40 minutos de distância da região Central de Hong Kong. O aeroporto está a apenas 10 minutos de ônibus e é possível ir e vir usando o ônibus número S1.

Partindo para outro lugar, esse mais próximo do centro de Hong Kong, Mong Kok fica em Kowloon e é uma das regiões comerciais mais congestionadas da cidade. Aqui você encontra de tudo: uma rua cheia de lojas de tênis e outros artigos esportivos, enorme mercado de rua com roupas e acessórios e o shopping Langham Place, com lojas de grife e marcas fashion internacionais. Dessa vez eu fui direto para a Rua Fa Yuen, conhecida como a Shoes Street, que fica entre a Rua Argyle e Rua Dundas. Estava a procura de um tênis bacana para corrida (meu mais novo vício) e algumas roupas novas de academia. A Fa Yuen Street é perfeita para isso. São incontáveis lojas outlets da Nike, da Adidas, Puma, Converse, entre outras marcas famosas. Só de lojas da Nike eu entrei em umas cinco diferentes. Procurando por tênis de vários estilos? Opção é o que não falta e alguns modelos tem até descontos consideráveis. Nessa rua há também uma loja oficial da Nike de três andares, sempre com novidades.

fa yuen street rua de esportes nike adidas converse Mong Kok Hong KONG

Cortando a Fa Yuen está o “Ladies Market”, um dos maiores mercados de rua de Hong Kong. Apesar do nome, as barracas montadas no meio da rua comercializam de tudo, para mulheres, homens e crianças: roupas, roupas e mais roupas, bolsas e maletas unissex, brinquedos para crianças e utensílios para casa. Tudo deve ser adquirido na base da barganha. Alias, aproveitando a deixa, aqui vai minha dica: nada que estiver à venda nos milhares de camelôs e barracas da China inteira, você deve pagar o preço inicial pedido, é preciso sempre barganhar.

Ladies Market mercado de rua Mong Kok compras Hong Kong

Não se assuste com a poluição visual de Mong Kok, são centenas de painéis coloridos atravessados uns na frente dos outros ao longo das ruas. A maioria escrito em mandarim. Eu, particularmente, adoro. De um lado, painéis baratos e já maltratados pelo tempo e do outro fachadas enormes e luxuosas de lojas de grife. Uma mistura fascinante. E o mais legal é ir a Mong Kok a noite, quando todos os painéis estão iluminadas e com luz neon.

Mong Kok Rua compras Kowloon Hong Kong

Mong Kong luzes neon rua compras Hong Kong

Na China, o país mais populosos do mundo, todo e qualquer lugar costuma ter uma multidão de gente pra lá e pra cá. Agora imagina ir em uma das regiões de compras mais famosas em um sábado a tarde?! No mínimo, milhares de pessoas se apertando para conseguir caminhar em cima das calçadas (na verdade, a rua é fechada para passagem de carros, pois só as calçadas não dão conta de tantos pedestres), tropeçando umas nas outras para chegar até o produto na estante da loja e quase pendurando uma melancia no pescoço para chamar a atenção do vendedor e conseguir ser atendido. Sim, uma lou-cu-ra! Um verdadeiro caos. Por isso, prefira ir durante a semana e não esqueça de armazenar um estoque de paciência para usar nesse passeio. O mais engraçado é que eu estava com uma amiga chinesa que é a calma em pessoa. Ela é tão acostumada com isso que nem se abalou com toda aquela multidão pelas ruas, enquanto eu repetia para mim mesma “preciso sair dessa loja!” a cada uma que eu tentava parar para provar algum tênis rsrsrs Mas até que não foi tão ruim assim, apenas cansativo. No fim das contas, eu consegui achar o que estava procurando e o saldo foi positivo.

14 março, 2016
Nike lança City Collection: tênis inspirados na arte e cultura de 5 metrópoles mundiais
Compras, MODA

A semana mal começou e já tem mais novidades de moda #adoro. Dessa vez é sobre sportswear, que a gente anda acompanhando de perto nos últimos tempos, afinal, a tendência esportiva está super em alta.

A Nike lança, esta semana, os novos modelos da City Collection exclusivo para mulheres! Os modelos da linha Air Max recebem estampas, texturas e cores especiais inspiradas na arte de cultura das cinco principais metrópoles do mundo. São elas: Nova Iorque, Paris, Londres, Shanghai e Tóquio. Para representar a metrópole chinesa, a marca criou uma estampa original inspirada na arte e cultura da China. A cor? vermelha, claro. Muito mais do que a cor preferida dos chineses, o vermelho tem um significado muito importante na história e cultura do país e simboliza fortuna, prosperidade, brilho e tantas outras coisas positivas. É definitivamente a cor do oriente e a Nike não poderia ter acertado mais na escolha.

nike air max 90 ultra city collection shanghai

Para quem é antenado no estilo e adora Nike, pode apostar: o Air Max 1 Ultra é inspirado em Paris; Air Max 90 Ultra, em Shanghai; Air Classic BW, em Londres; Air Max Thea, em NYC e; o Air Max Zero que carrega detalhes característicos de Tóquio.

Nike City Collection tenis Air Max feminino Shanghai China
Shanghai
Nike Paris Air max tenis feminino City Collection
Paris
Nike Air Max ultra Londres tenis feminino City Collection 2016
Londres
Nike Air Max Coleção cidades City Nova York
NYC
Nike Air Max City Collection feminino rosa Toquio
Tóquio

Essa não é o primeiro lançamento da Women’s City Collection. No primeiro semestre de 2015, a Nike trouxe uma coleção com cores e estampas inspiradas nas flores características dessas metrópoles e no segundo semestre, foi a vez de doces famosos de cada cidade serviram como referência na criação e layout dos sneakers. Dessa vez, para representar Shanghai, a Nike se inspirou nos famosos bolos chineses.

Está ansiosa para comprar o seu favorito?! Cada modelo tem uma data exclusiva para ser lançado. Dia 16 de março chega nas lojas o Air Max 90 Ultra inspirado em Shanghai. Quem curtiu o Air Max Zero de Tóquio, vai ter que esperar mais uns dias. Seu lançamento está programado para 26 de março.

Agora me conta, qual o seu preferido?

“Posso escolher todos?” rsrs

 

01 fevereiro, 2016
Achados da China | Janeiro #2
Beleza, Compras, DICAS

Hello chics! Quero dizer… Ni hao! Janeiro passou tão rápido e foi tão corrido que faltou tempo para fazer tudo o que gostaria. Alguém mais se identifica?

Mas o que não faltou foram novidades e achados da China para o post de hoje. Olha só as coisas que descobri nesse mês que passou…

♥ Facial Fitness PAO

Alguém já ouviu falar do Facial Fitness PAO? Apesar de ter sido lançado em 2014, pelos vizinhos japoneses, para mim, essa é A novidade de beleza do momento! O produto nada mais é do que um massageador dos músculos faciais, que promete definir o contorno do rosto e diminuir as linhas de expressão ao redor da boca.

E como ele funciona? Bom, é simples. Basta você colocar a parte do meio na boca e sacudir as duas extremidades para cima e para baixo, exercitando os músculos do rosto. Segundo a empresa que criou o PAO, é recomendado fazer isso por 30 segundos, duas vezes ao dia, para garantir expressões mais firmes e um sorriso mais jovem.

facial fitness pal aparelho linhas expressão rosto sorriso

pao facial fitness como usar sorriso mais jovem

E você não vai acreditar quem é o garoto propaganda do aparelho! Olha aí abaixo…

cristiano ronaldo propaganda PAO facial massage japao

Ele, o astro do futebol europeu e mais vaidoso e metrossexual ever, Cristiano Ronaldo. Assista aqui ao vídeo do comercial com o jogador. Parece meio tosco, não é?! E ver as pessoas balançando o acessório para cima e para baixo, até chega a ser engraçado. Mas, se o produto faz tudo isso mesmo, é um belo achado!

O Facial Fitness PAO está a venda em diversas lojas de Hong Kong e Macau, como a SHLAB (Suhn Hing Life an Beauty), e também no Taobao (eu acabei de encomendar um e depois de experimentar faço um review aqui no blog). O preço pode variar de RMB 600 a RMB 1.500.

♥ Aquecedor elétrico de mãos com USB

Lembra que no último #AchadosdaChina eu mostrei uma almofada para aquecer as mãos? Pois agora eu descobri a “evolução” desse belezinha. É também uma almofada, mas ela vem com um aquecedor interno que é recarregável por USB. Super prático e esquenta pra caramba. Vi umas meninas usando para aquecer as pernas, quando estão sentadas e até a barriga (ótima para aqueles dias de cólica, ein). Na China, tem para vender  em qualquer loja de acessórios e acho que já vi nos supermercados Walmart. E para quem se interessou, mas está no Brasil, tem para vender no Aliexpress.

Esse é o tipo de coisa que quando você vê pensa que é apenas mais uma bugiganga para juntar em casa, mas quando chega o inverno, essa almofadinha faz falta. Falo por experiência própria rsrsrs

 

travesseiro luva aquecedor maos usb

♥ Sapatos Staccato

Eu realmente não sei como não descobri essa marca antes. A Staccato é uma marca de sapatos fashion, bem famosa na Ásia e que tem o couro como principal matéria prima. Primeiramente, se estabeleceram na China, Hong Kong e Macau. E hoje já contam com mais de 500 lojas na China, e ainda na Indonésia, Japão e Cingapura.

Aqui no país não é fácil encontrar sapatos de qualidade e com design bonito e moderno, como temos no Brasil. As marcas mais populares, usam materiais sintéticos e os shapes dos modelos são, digamos assim, meio bregas: muita anabela, brilho e fivelas gigantes. E quando você acha algum modelo legal, pá, o conforto é zero. Eu, particularmente, tenho dificuldades de encontrar sapatos estilosos por aqui, afinal, anos trabalhando em empresa de calçado no sul do Brasil, me fizeram super detalhista com esses pequenos notáveis. Tem sim marcas famosas internacionais com produtos de ótima qualidade, mas o preço, ó, de doer o coração. Por isso, fiquei muito feliz quando descobri a Staccato. Não que seja barato, mas eles tem uma variedade enorme de modelos diferentes: botas over the knees, open boots, detalhes em zíper, escarpins e sapatilhas lisos e com estampas bem estilosas… A marca traz forte o conceito de moda e é antenada nas tendências internacionais.

Ah, e no momento, estão com a coleção de inverno toda com 40%, 50% de desconto #adoro! Mostrei meus escolhidos no Snapchat Chinachic8 :)

bota over the knee cadarço staccato

staccato sapatos moda couro china bota

campanha sapatos china staccato

 

» Estas foram algumas coisas diferentes e interessantes que descobri recentemente na China. Gostou? Mês que vem tem mais novidades do #AchadosdaChina

 

15 janeiro, 2016
Bangkok | Os melhores shoppings e mercados para fazer compras
Compras, Tailândia, VIAGENS

Mulherada, prepara o cartão de crédito, ou melhor, os bahts tailandeses, porque Bangkok é o paraíso das shopaholics (depois da China, claro). A casa de um dos maiores mercados de rua do mundo, surpreende qualquer turista com a quantidade de barracas montadas nas calçadas, em contrapartida com lojas de luxo e shopping centers modernos com as melhores lojas de departamento internacionais.

Como no primeiro dia em Bangkok já tínhamos visitado os principais templos da cidade e outras atrações turísticas, deixamos os dois dias seguintes para a apreciar a culinária eeee…. ir as compras!!! Claro que em poucos dias não dá para conhecer tudo, mas dá para conhecer muita coisa. Anota aí as dicas e aproveite seu shopping day!

Khao San Road

Começando pelo mais simples e barato. A Khao San Road é a rua conhecida dos mochileiros. Aqui você vai encontrar pequenas lojas com artigos tailândeses, lembrancinhas, como elefantes de madeira e cartões postais, e roupas – vestidos e macaquinhos estampados, regatas e camisetas com logo da cerveja local, calças largas e batas com estampas budistas e blusas de crochê e renda. Tudo custa em torno de 250 bath, ou seja, menos de U$ 8. Isso, sem barganhar, que é ato quase que obrigatório. As coisas que você encontra aqui, você vai encontrar, praticamente as mesmas, nas lojinhas centrais de Phuket, Phi Phi, Koh Samui, etc..

Terminal 21

Localizado na Sukhumvit, na saída da estação Asoke, este é um dos shoppings mais famosos de Bangkok. H&M, Sprit, Nike, Oakley, entre outras marcas internacionais e também nacionais, estão presentes aqui. E se bater a fome, opções de restaurantes é o que não faltam, tem até um Tony Roma’s. E o legal é que é um shopping temático, cada um dos sete andares corresponde a uma cidade. O andar de São Francisco – Califórnia tem até uma réplica, tamanho grande, da Golden Gate.

Terminal 21 shopping compras bangkok tailandia

Siam Square

Muito mais do que um shopping center, a Siam Square é uma região onde você respira compras. É aqui que estão concentrados boutiques e grandes detinos de compras em Bangkok, entre eles o MBK Center, o Siam Discovery Center, o Siam Center e o Siam Paragon. Para chegar na região, é só pegar o BTS até a estação Siam.

MBK Center

Este é um dos destinos mais famosos de compras entre os turistas e quer saber por quê? Variedade de produtos e preço bom. O MBK está mais para camelô do que shopping center. Na verdade, são diversas barracas e lojas pequenas espalhadas por mais de 5 andares de shopping. Nos três primeiros andares você encontra roupas, sportwear, acessórios, lingeries e sapatos. O 4º andar é o paraíso para quem procura eletrônicos baratos. As lojas ali vendem telefone celular, laptops, computadores e outros acessórios, inclusive aparelhos usados. O 5º andar é reservado para venda de equipamentos de fotografia e olha, tem muita coisa por preço justo. No 6º andar fica uma enorme praça de alimentação, com todos os tipos de pratos que você pode imaginar.

mbk shopping compras bangkok siam square

Siam Center e Siam Discovery Center

O Siam Center é um shopping bem bacana, com algumas lojas de marcas famosas, como Forever 21, Levis, Armani Exchange, Lacoste, Kipling e Havaianas. Ele é interligado com o Siam Discovery Center através de uma passarela.

Centerpoint of Siam Square

Esse shopping não é muito popular entre os turistas, tem lojas bem mais simples, mas foi um dos que mais gostei. Aqui encontramos roupas e acessórios de designers locais. Coisas bem diferentes do que vemos nos demais shoppings e por não ser marca famosa, o preço é baixo. Eu fiquei encantada com os vestidos, as saias e shorts de renda, um trabalho realmente lindo e barato.

Siam Paragon

O maior e mais luxuoso shopping de Bangkok é mais um parque urbano do que um shopping center. As grifes Prada, Dior, Louis Vuitton, Cartier, entre outras, você encontra por aqui. Mas para quem não pretende desenbolsar tantos baths assim nas compras, tem Zara, H&M e outras fast fashions.

siam paragon shopping compras marcas grifes bangkok

Chatuchak Market

O maior mercado aberto da Tailândia, só acontece nos fins de semana, e é imperdível. Preciso confessar que tanto eu quanto o Rodrigo ficamos impressionados com a organização do lugar. É todo dividido por setores, de acordo com os produtos a venda e logo na entrada você recebe um mapa impresso (não deixe de pegar, é super útil).

Neste mercado você encontra de tudo, mas tudo mes-mo! Tudo o que você puder imaginar, tem aqui: Camisetas estampadas, vestidos, camisas, calças e shorts jeans, entre outros tipos de roupa, sapatos super diferentes, souvenirs, sabonetes coloridos, velas, quadros e outros itens de decoração, roupas para crianças, livros, instrumentos, acessórios, insetos e outras comidas esquisitas e mais. Tem uma seção só de coisas para pets, onde eu encontrei até qipao (o vestido tradicional chinês) para cachorro!! E por ser mercado de rua, os preços são muito bons e ainda vale barganhar. Nossa, quase fiquei louca quando encontrei umas lojas com os shortinhos jeans mais estiloso ever, pela barbada de 180 bath cada, ou seja, 5 dólares!! E a qualidade? Não fica devendo, não.

chutuchak market compras bangkok

acessorios tailandeses chutuchak market

chutuchak market bangkok sapato tenis botao

E se você pretende passar por todos os setores e olhar tudo com calma, prepara-se para gastar um dia inteiro (o mercado fica aberto das 9 horas às 18 horas). Infelizmente, eu não tive todo esse tempo, mas com certeza, voltarei lá um dia. É realmente muito coisa, por isso, é preciso ter foco. Ps: para chegar lá pegue o BTS até a estação Mo Chit.

Ah, e para quem é ligado em eletrônicos, computadores e demais equipamentos, no Pantip Plaza, você faz A festa.

E a notícia boa é que depois de fazer todas essas compras, você ainda recebe parte do valor gasto, que é restituído. Por isso, não esqueça de passar no VAT Refund quando estiver de saída do país.

» Anotou as dicas? Então boas compras!! 😉