14 setembro, 2015
O desfile de Primavera/Verão 2016 do estilista chinês, Jason Wu, no NYFW
Beleza, MODA, Tendências

desfile Jason Wu NYFW 2016 feminina babadosA moda chinesa está cada vez mais presente no mundo ocidental! Depois da exposição China: Through the Looking Glass no Met museu em Nova Iorque, foi a vez do estilista chinês, Jason Wu, apresentar sua coleção Spring/Summer 2016 no NYFW.

Wu já participa da semana de moda nova iorquina há quase 10 anos, mas ele virou o queridinho da América em 2009, quando Michelle Obama usou uma criação sua no evento de posse do marido e presidente dos EUA, Barack Obama. Um vestido branco de um ombro só, lindo! No baile de posse de 2012, onde todos aguardavam ansiosos para ver o modelito de Michelle, ela elegeu um vestido vermelho incrível também do estilista chinês.

E para a passarela do segundo dia do NYFW, Jason Wu trouxe uma coleção super feminina, inspirada em fotografias de ícones da década de 50.  Babados e tecidos fluídos, como o shiffon, foram o destaque da coleção, que conta ainda com peças com detalhes em franjas, top cropped, fendas e um material que é puro estilo e não muito comum no verão: o couro.

A cartela de cores também trouxe cores diferenciadas para a estação mais quente – tons neutros, como o cinza, preto e nude, tons terrosos e o verde musgo. Mas também tem estampas florais e look all white, que eu, particularmente, amo e acho a cara do verão. É o par perfeito da pele bronzeada.

E diferente do que a gente costuma ver nas passarelas das semanas de moda – produções excêntricas ou exageradas demais, difíceis de usar no dia a dia – todos os looks de Wu são lindos, chics e dão vontade de usar já.

jason wu nyfw verde musgo couro vestido babados

Jason Wu verao 2016 babados laranja praia cinza

desfile jason wu look all white vestido branco e estampa flor

desfile Jason Wu NYFW primavera verao 2016 sunglasses

Em tempo:

A semana de moda de New York começou nesta quinta, dia 10 de setembro, e já teve os desfiles da Givenchy, Alexander Wang, Victoria Beckham, Altuzarra, Public School, entre outras. E pelo o que deu pra ver dos desfiles, o verão promete listras, franjas, tecidos leves e fluídos, calças mais larguinhas, estampa tweed, e muito branco, ou seja, looks all white and black & white ♥

Tô super feliz com as trends, e vocês? Deixem aqui sua opinião que vou adorar saber…

SaveMe!
12 setembro, 2015
O verão 2016 da Schutz no #SchutzDay da Sol Calçados
Compras, DICAS, MODA, Tendências

schutz day brinde espumanteSempre quando me perguntam o que é bom comprar na China, eu respondo sem pensar duas vezes: roupas! O que os chineses tem de sobra em quantidade de roupas, falta na qualidade e beleza dos sapatos. Por isso, sempre que venho ao Brasil, aproveito para conferir as mais novas tendências em calçados femininos e investir nos meus pares preferidos para levar junto comigo na mala pra China. Aliás, comprar sapato não é gasto meninas, é investimento kkkk

E ontem foi dia de conhecer a coleção de verão 2016 da marca de sapatos mais amada pela mulherada brasileira, a Schutz, claro. O evento foi na Sol Calçados, a loja de sapatos mais top e tradicional de Novo Hamburgo, que vende as melhores marcas. Eu sou suspeita para falar, pois já trabalhei na Dumond e na Capodarte, que tem na Sol também, e amo ♥. Mas hoje é dia de falar da coleção mara da Schutz e do evento top da Sol.

O evento era Schutz Day, mas o tema foi Boteco da Sol, o que eu achei super original. O clima foi todo de boteco, com direito a salgadinhos, escondidinho de carne, feijão mexido, cerveja Original e claro, muita espumante. Para animar ainda mais os convidados, uma banda de pagode (!!!). Ai que delícia {mostrei tudo no snap, viu, olha no ChinaChic8}.

Coleçao verao Schutz Sol Calcados NH Boteco

vitoria eventp schutz day sol cacados nhOs anos 70 serviram de inspiração para a summer collection 2016 da Schutz. Quem nunca desejou ser adolescente na década de 70 para poder usar muita calça boca de sino e abusar do estilo hippie chic e clubber? Eu acho o máximo!

O sapato da vez é, claro, a gladiadora. E ela vem como rasteira e como sandália, em diferentes alturas, cores e estilos de amarrações. Quero todas ♥

Destaque para os novos materiais da coleção – o jeans e a cortiça. Eu simplesmente amei. O jeans está super em alta e sobrou até para os sapatos e bolsas. Agora dá pra montar um look de verdade, dos pés a cabeça, all jeans. Imagina que lindo!? E a cortiça acho que vai bombar na temporada de verão, tem muita cara de praia.

colecao verao 2016 schutz gladiadora

anabela e sandalia salto grosso bloco de cortiça

colecao verao 2016 com jeans bolsa e scarpin

sapatilha gladiadora flat jeans verao schutz

coleção schutz na sol calçados espadrille jeans

As espadrilles, sinônimo de conforto e estilo, voltaram repaginadas, cheias de detalhes fofo, vazadas e em jeans. Eu também amei os saltos e o slip on com bordados, que mostram que o handmade veio com tudo. Destaque para os desenhos geométricos, que estão bem em alta na China também.

E na linha disco, super 70’s, sandálias, peep toes e scarpins com muito brilho e até paetês.

As cores? O verão promete muito o azul jeans escuro, o nude e o off white, que, diga-se de passagem, fica um arraso contrastando com a pele bronzeada.

coleçao verao schutz sandalia brilho rasteira pedra espadrille

slip on bordado com paete e geometricos

sandalia salto grosso com bordado flor e geometrico verao schutz summer

sandalia gladiadora e bolsa bag off white colecao verao schutz

Tudo isso e muito mais tem na Sol Calçados, que fica na Rua Bento Gonçalves, número 2543, centro de Novo Hamburgo.

Aproveitando para parabenizar a Vitória pelo lindo evento, por ser sempre tão simpática e receber todos com carinho e agradecer os atendentes queridos, sempre tão solícitos.

E agora quero saber nos comentários, qual o seu preferido? 😉

09 setembro, 2015
A parceria Balmain + H&M #HMBalmainNation (teaser da coleção e preços)
Compras, MODA, Tendências

Balmain e H&M parceria fast fashionO burburinho começou em maio deste ano, quando o diretor criativo da Balmain, Olivier Rousteing, chegou no red carpet do Billboard Music Awards acompanhado das tops Kendall Jenner (do clã das Kardashian, a família mais amada do mundo) e Jourdan Dunn. Elas, claro, impecáveis, vestindo Balmain.

Jourdan Dunn, Olivier Rousteing e Kendall Jenner Billboard Music Awards

Mas a felicidade de nós, meras mortais consumistas fashionistas, se fez quando foi anunciada a parceria da grife Balmain com a fast fashion H&M. Desde então, estão todas (ou pelo menos, eu) ansiosas para saber como vai ser essa top collection e os respectivos preços. A H&M já vem postando, há algum tempo, alguns teasers da coleção no instagram, mas foi essa semana que os preços foram divulgados. E adivinha só: cabe no bolso siiiimmm!

Claro que não é assim, tão barato como preço de fast fashion, mas muito mais em conta do que uma etiqueta Balmain, né!? E tem que considerar que são peças diferenciadas, design dos deuses e acabamento perfeito (espero eu, mas quero conferir pessoalmente).

Kendall Jenner coleção Balmain H&M e modelos vestidos outono inverno 2012

Jourdan Dunn saia Balmain parceria H&M seda

Vestido Kim Kardashian Balmain H&M detalhes perola bordado dourado
Vestido com fios metálicos, strass e pérolas, divino!
Vestido Kim Kardashian inspired perolas dourado Balmain H&M
Modelo Kim Kardashian inspired! Quem lembra do vestido claro com pérolas da Balmain que ela usou em Paris na véspera do seu casamento?
Kendall Jenner e Jourdan Dunn poderosa de Balmain + H&M
Poderosas! Vestido da Kendall 299 euros e botas 199
Selena Gomez de top cropped preto e branco Balmain H&M
Selena Gomez com top cropped da coleção
Casaco pelo e casaco militar Balmain H&M pantalona listra preta e branca beetlejuice
Casaco de pêlo e destaque para a calça com listras, estilo beetlejuice. Casaco militar style por 79,90 euros
Colete e calça alfaiataria vestido pink Balmain H&M
Calça e colete de alfaiataria 59,90 euros cada e sandália 119 euros; Vestido pink bordado 249,90 euros

Eu sempre fui fã de lojas fast fashions, pois além de sempre trazerem as principais tendências e modelos diferenciados para vários estilos, os preços são justos. E morar na China me proporcionou fácil acesso à essas lojas, já que aqui tem tudo o que é marca internacional. Eu amo, amo amo.

Ainda não saiu a lista das 250 lojas do mundo que vão receber as peças dessa coleção especial, que está para chegar em 5 de novembro, mas quando o dia chegar, eu vou estar lá, na porta da loja esperando abrir kkkk E vai ter venda online, também.

Em tempo: vocês viram que o diretor criativo da Balmain tem apenas 29 anos? No insta da H&M foram postados alguns clipes, em que ele conta um pouco da sua trajetória e dessa parceira, e aqui tem um vídeo mais completo:

– ele diz que faz parte da geração H&M e que esperava duas ou três horas na fila para conseguir as roupas (na época da primeira parceria da fast fashion com Karl Lagerfeld) e que sabe da excitação das pessoas e acha isso incrível. Balmain é uma marca de luxo e exclusiva e junto com a H&M pode trazer a marca para mais pessoas e criar uma nação e acredita que a #HMBalmainNation é o símbolo da união. Querido o menino, né?!

Para entrar no clima, é só usar a #HMBalmainNation e comentar aqui seus modelitos preferidos 😉

08 setembro, 2015
Sarah Chofakian para C&A: a nova parceria de luxo
Compras, DICAS, MODA, Tendências

Sarah Chofakian para C&A sapatos o que as mulheres gostam

Assim como toda mulher, eu sou apaixonada por sapatos, of course! E não poderia ficar mais feliz com a nova parceria da C&A com a marca de calçados da designer paulista Sarah Chofakian. Nos anos que trabalhei com marketing de moda eu lia muita revista do segmento e lembro que babava nos sapatos da marca, que é conhecida por sua produção totalmente artesanal e cuidado com cada detalhe. Um verdadeiro luxo que fazem os olhos de todas brilharem!

A verdade é que os produtos da Sarah Chofakian não eram pra qualquer uma, infelizmente… Mas agora são! Yeayyy!

A primeira coleção da Sarah Chofakian para a C&A conta com mais de 30 modelos de sapatos, que seguem a mesma forma da grife (tudo para manter o conforto e a beleza), seis modelos de bolsas e outros acessórios, como cintos e carteiras. E os preços variam de R$99,00 a R$ 189,00.

E para quem está ansiosa, a boa notícia é que a nova coleção já está a venda. Nas lojas físicas da fast fashion e no site. Tá bom demais, não é mulherada?! Dá para ficar chic de Sarah Chofakian sem sair de casa. Mas corre logo, que já tem produto se esgotando.

Sarah Chofakian para C&A sandalia da parceria de luxo

sapatilhas coloridas Sarah Chofakian na C&A confortoSapatilhas fofas com laço ♥
Para comprar: Pink aqui | Nude aqui | Azul aqui | Coral aqui
bolsa carteira e sapato Sarah chofakian para C&A estilo chicCombo perfeito: clutch + peep toe
Para comprar: carteira aqui | peep toe aqui
Sarah Chofakian para C&A sandalias sapatos lindosLaranja com marsala? A cara do verão
Compre aqui
Sarah Chofakian para C&A sandalia detalhe coracaoNo Iguatemi POA #amei
Compre aqui
Sarah Chofakian para C&A coleção parceria de sapatos de luxo copyPara comprar: Sandália dourada aqui | Sandália marsala aqui | Cinto dourado aqui | Sandália preta aqui | Bolsa preta aqui

Também amei a sapatilha com recortes vazados e as rasteiras. Aii tem tanta coisa linda que fica até difícil escolher, né!? kkk Mas como os preços estão tão bons, dá pra levar vários #alokaconsumista

Além dessa parceria, a C&A recentemente colocou à venda uma coleção maravilhosa criada pela marca de roupas Lolitta.

05 setembro, 2015
A volta das Franjas | Tendência inverno e verão 2016
Compras, DICAS, MODA, Street Style, Tendências

Sabe aquelas tendências que vem e vão há anos? Eu, particularmente, amo. Pois se já foi moda uma vez, é sinal de que caiu no gosto do povo, não é!? E a franja é uma delas!

Franjas fringe style fashion outfit boho

Quem lembra daquelas novelas de época, em que mulheres (as mais ousadas) usavam saias e vestidos com franjas? Sempre com um ar meio romântico, discreto. De lá pra cá, as franjas já saíram (e voltaram) de cena várias vezes e agora, elas vem mais descoladas. Esqueça a essência do século 20 e aposte no estilo boho, hippie-chic, étnico ou urbano.

Sim, tem opções para todos os estilos. E as franjas estão arrasando nos acessórios, como bolsas, sapatos e bijoux, e no vestuário: jaquetas, calças, shortinhos, saias, vestidos e na peça novidade das ultimas estações, o kimono! ♥

Kimono franjas Aimee Song of Style

Look do dia t shirt camiseta branca com franjas Fast Fashion

As franjas trazem movimento, leveza e muito estilo à produção. E tem como não se apaixonar?

No ano passado, elas já estavam com tudo no look das fashionistas, mas a moda pegou mesmo este ano. Olha quem usa e abuse das inspirações:

Celebridades usam thassia naves olivia palermo kim kardashian franjas

Celebridades usam franjas Chiara Jenner Ambrósio copy

Street Style franjas saia de couro t-shirt sandía jaqueta e bolsaOs desfiles das semanas de moda internacionais, como o Paris Fashion Week, mostraram a força das franjas para o Verão 2015, mas eu notei o boom na China agora nas coleções Fall 2016 das marcas internacionais e chinesas e das fast fashions. Tem muita peça nova com franjas, gente! Uma overdose deliciosa. E eu fiquei super feliz quando cheguei ao Brasil, no mês passado, e vi que as marcas nacionais também estão apostando com tudo nas franjas.

Franjas tendencias Bershka Forever 21 blusa e saia

Bolsa franjas tendencia H&M Top Shop

Coleçao H&M Forever 21 franjas fast fashion

Tendencia franjas colete Top Shop bolsa Stradivarius

Bolsa de franjas lojas RennerSe você também ama e quer aderir, opções de lojas e modelos é o que não faltam, não é?! H&M, Forever 21, TopShop, Bershka, Stradivarius e Renner Brasil são só algumas, para citar .

Gostou? Deixe seu comentário 😉

09 agosto, 2015
5 coisas que aprendemos ao morar fora
Comportamento, Cultura, Curiosidades, DICAS, LIFESTYLE

templo china cultura morar fora no exterior

E de repente, eu me dou conta de que faz exatamente um ano que cheguei à China, carregando uma mala lotada com os meus sapatos preferidos, a cabeça borbulhando de ansiedade e curiosidade sobre o que estava por vir e o coração apertado por deixar família, amigos e principalmente minha cachorra querida num país a 17 mil km de distância e interminavéis 25 horas de vôo (sem contar as escalas). Falando assim, parece que faz pouco tempo, mas tudo que já vivi nesse meio tempo, me fazem ter a impressão de que já se passaram anos.

Amigos, com frequência, me falam “aproveita, é uma experiência única!”. E eu sei. E aproveito cada momento, cada nova experiência. E esses dias, me peguei pensando em tudo que vi e vivi nesse último ano, nas pessoas do mundo inteiro que já conheci, nas situações engraçadas que passei e nos oito novos países que tive oportunidade de visitar. Morar fora do seu país é um aprendizado constante, na China então, onde a cultura, os costumes, a comida, a linguagem, entre tantos outros fatores são way too different para nós brasileiros (e acredito, para qualquer ocidental), o aprendizado é diário. E acho que, neste último ano, eu vivenciei mais situações novas e diferentes do que em toda a minha vida até então. Mas vamos lá, o que podemos aprender morando fora?

1. Um novo idioma

Essa é meio óbvia. Quando nos mudamos para outro país, em que o idioma é diferente do nosso, é preciso aprender a língua nativa para conseguir viver e se virar sozinho. Linguagem corporal ajuda as vezes, mas falar o idioma do país faz muita diferença. Eu já vim para a China decidida a estudar mandarim, não só para me comunicar com os chineses e conseguir me virar no dia a dia, mas também para poder exibir em meu currículo a habilidade de saber o segundo idioma mais falado do mundo. Aprender chinês não é fácil e requer pesistência e estudo, mas conseguir me virar no dia a dia e fazer os chineses me entenderem, me dão mais vontade de aprender. Além do mais, ao conviver com outros estrangeiros e estudar mandarim em inglês, é possível aperfeiçoar também o inglês.

2. Uma nova cultura

Qualquer país tem sua própria cultura, suas tradições e costumes. E aqui, claro, não seria diferente. Imgine, a China tem uma das civilizações mais antigas e é um dos maiores países do mundo. A história milenar da China resulta em uma riqueza cultural muito grande, que envolve arte, religião, culinária, danças e tantas outras tradições que ainda são seguidas a rigor nos dias atuais. Aprender e vivênciar essa “nova” cultura é muito enriquecedor.

Ela pode ser encantadora, mas algumas vezes o choque cultural é tão grande que é difícil saber como lidar. Por exemplo, a cultura é uma forma de ver o mundo e os chineses tem uma visão de mundo totalmente diferente da nossa (ou nós da deles? Vai saber…).  Mas o fato é que, alguns costumes comuns na cultura chinesa, para nós ocidentais, pode ser muito estranho ou até inadmissíveis. E, mesmo já vindo para a China preparada e consciente de algumas coisas que eu iria encontrar pela frente, o choque cultural é muito grande, os costumes são muito diferentes e além de você aprender uma nova cultura e vivênciar coisas tão novas, é preciso ter paciência para entender esses costumes tão diferentes dos nossos. E é aí que entra o próximo aprendizado.

3. Ter mais paciência

Quem acredita no ditado “…com a paciência de um chinês” está totalmente enganado. Chinês não é paciente, e sim, conformado (e não sou só eu que digo, mas a Sônia Bridi confirma isso no seu livro Laoway). E eu, como boa sagitariana, confesso que as vezes também me falta um pouco de paciência. Mas vivendo na China e lidando diarimente com os costumes do povo, a gente aprende aos poucos a entender a visão de mundo deles e ter paciência. Quando eles gritam falam alto ao meu lado, eu respiro fundo e conto até dez e pronto, no stress. E aos poucos, vamos nos acostumando com os hábitos deles sem nem perceber. Eu notei que já nem dava mais bola para o chinês perto de mim fazendo o maior barulho chupando noodles ou pigarreando e cuspindo no chão, quando as pessoas que estavam comigo fizeram algum comentário sobre tais comportamentos, enquanto eu nem os tinha notado. Aos poucos, vamos nos acostumando com os costumes do país e aprendendo a ser mais paciente com as pequenas e grandes coisas.

4. Amar a sua própria companhia

Bom, isso eu já amava quando ainda no Brasil, mas quando moramos fora é diferente, é preciso gostar mesmo de ficar sozinho e se desapegar das reuniões frequentes com os melhores amigos. Por mais que você tenha várias amizades no país (com estrangeiros e brasileiros), é diferente daquela amizade que você construiu durante anos na sua terra natal e da qual tem intimidade total. E outra, os estrangeiros, geralmente, vem à China (ou qualquer outro país), para trabalhar, fazer seu pé de meia e ir embora para outro lugar (a maioria não fica a vida inteira) e então, elas se focam nisso. Amigos e lazer estão em outro plano.

No meu caso, eu fico muitas dias da semana sozinha em casa, já que meu noivo viaja muito a trabalho e tem que dormir fora de casa com frequencia (vida de piloto não é fácil), e eu posso dizer que amo a minha companhia. Tenho tempo suficiente para mim, para cuidar das minhas coisas, focar nos estudos e no trabalho. E acho que quando nos damos esse tempo, aprendemos muita coisa sobre nós mesmos.

5. Descobrir novos lugares e novas pessoas

Taí a parte que eu mais gosto de morar fora: passear, viajar e fazer novas amizades. Tudo bem que quando moramos na nossa terra natal tem aqueles que nunca deixam de viajar, mas quando se está morando fora e não tem a família ou amigos por perto, a tendência é usar o tempo livre para viajar e conhecer novos destinos que talvez você nunca conheceria se continuasse morando no seu país. E quando mudamos a trabalho para outro país, geralmente, é para ganhar um salário melhor e com isso, ter mais condições para fazer aquelas viagens dos sonhos (no meu caso são váaarias rsrsrs). Faz sentido, não?! Em um ano, já conheci cinco países da Ásia, que provavelmente eu não conheceria em toda a minha vida morando no Brasil, e mais alguns na Europa. E não paro por aqui. Para mim, viajar é a maneira mais gostosa de adquirir conhecimento e novas experiências.

E as amizades que fazemos, com pessoas do mundo inteiro, nos ajudam a aumentar a nossa bagagem cultural e nosso conhecimento sobre outros lugares. Eu adoro aqueles encontros em que, as vezes conversamos em inglês, as vezes em português, de vez em quando sai um portunhol e quando tem chinês no meio, rola até um pouco de mandarim. É uma confusão, mas todo mundo se entende.

Enfim, tem tanta coisa que vamos aprendendo diariamente e que ajudam no nosso crescimento pessoal. Morar fora não se leva somente conhecimento, mas sim valores e claro, muitas experiências. Eu sempre quis morar fora e viver isso, mesmo quando outros me falavam “não seja tola, não há lugar como sua terra natal”. É claro que não há, mas há tantas coisas novas fora da nossa terra natal para descobrir. E por tudo que já vivenciei, eu me sinto na obrigação de deixar essa dica para quem teme sair do Brasil: vá em frente, corte o cordão umbilical e viva essas novas e incríveis experiências!

Quem gostou ou quer dividir sua experiência, deixe aqui seu relato :)

28 julho, 2015
Xangai, o paraíso das compras
China, Compras, DICAS, VIAGENS

Fiquei algum tempo pensando em como e por onde começar a escrever esse post sobre compras em Xangai. Assim como Hong Kong, Xangai tem infinitas opções de compras, para todos os estilos, gostos e classes sociais e fica difícil colocar em palavras a experiência que é ir as compras nesse lugar. É o paraíso das shoppaholics e também da pechincha.

Se está a procura de…tudo | Nanjing Road

Essa é uma das ruas comerciais mais extensas do mundo, com quase 6 km e você, definitivamente, não pode sair de Xangai sem conhecê-la. Ela é divida em duas partes: leste e oeste. E não importa em qual lado você esteja ou o que você procura, certamente você achará algo de seu interesse.

A East Nanjing (Nanjing DongLu) começa logo após o The Bund e tem todas as lojas que você pode imaginar, desde as famosas marcas internacionais de moda e lojas de departamento até pequenas shops especializadas em produtos chineses. É nesse lado que fica a rua de pedetres de 1 km (no cars here, apenas trenzinhos que carregam os pedestres mais cansados rsrs), onde você encontra uma Forever 21 gigante de 4 andares (!!!), Zara, H&M, Sephora, uma loja enorme da M&M’s, um shopping com as melhores grifes e agora está para inaugurar uma loja bem vistosa da Dolce & Gabbana.

Nanjing East Shanghai China compras

Forever 21 shanghai nanjing road compra fast fashion

O chato daqui é que os vendedores de rua (aka de produtos fake) vão te abordar o tempo tooodo, oferecendo “watches, bags, scarfs… good quality” e te seguem até você dizer não ou fazer cara feia. Seja firme e diga “Bu yao” – “não quero” em chinês – até eles arranjarem outro para atormentar.

Com o cair da noite, a rua de pedestres fica decorada com muitas luzes, repleta de painéis luminosos. Tem que passar por aqui para conhecer, mesmo se não tem planos de comprar algo.

Nanjing Rua de pedestres noite luzes

Nanjing night lights Shanghai luzes

A East Nanjing acaba após a praça People Square, que é onde começa a West Nanjing (Nanjing XiLu). Aqui é onde ficam as lojas de luxo e os shopping centers caros, tais como o City Plaza, IFC Mall, Plaza 66, Citic Square e muitos outros centros comerciais, que comportam lojas das melhores grifes do mundo: Chanel, Dior, Prada, Versace, D&G, Chloe, Louis Vuitton e muito mais, estão a cada esquina, praticamente. Mas, a menos que você pretende gastar muuuito bem, não se anime, os preços dos artigos de luxo na China são bem altos (competem com os preços no Brasil).

E é neste lado que você encontra também o, popularmente chamado, fake market. De fora, parece um mini shopping center, mas é só entrar e ver os pequenos estandes com as paredes abarrotadas de roupas penduradas, com todos os tipos de eletrônicos, sapatos e tênis da Nike e Adidas e prateleiras cheias de bolsas e acessórios de grife. Tudo cópia ou réplica dos originais, claro. Vale a pena conhecer? Se você quiser experimentar o verdadeiro estilo de compra chinês, com certeza! É o lugar certo para pechinchar. Eu acho que vale a pena para comprar roupas para crianças (elas crescem tão rápido né!?). Tem muita coisa fofa, réplicas da Polo, Tommy, Diesel, Zara, entre outras marcas e a qualidade é ok. Mas nunca pague mais do que 50% do preço inicial do vendedor. É claro que eles vão olhar para sua cara, ver que você é estrangeiro e cobrar um preço absurdo. Aí você oferece o seu preço, eles fazem um drama “no no no my friend, this is good quality“, tudo cena, seja firme e mantenha o preço. Ou finja que desistiu da compra e vá embora, eles vão atrás de você tentando fechar negócio. No início é divertido, mas depois cansa rsrsrs

As melhores réplicas de relógios e bolsas estão escondidos em compartimentos secretos (não, não é exagero) e se você tiver interesse, tem que pedir com jeitinho para o vendedor pelos produtos “really good quality” e ele vai te levar até eles.

Entrada fake market A P Plaza Shanghai

fake market bolsa roupa mala

Se está a procura de… cultura e arte chinesa | Old Town

Se você está interessado em lembrancinhas, antiguidades, pinturas, chás, artesanato, bijoux, roupas de seda e vestes tradicionais chinesas, os arredores do Yuyuan Garden é o lugar certo! Assim que você chegar na região da Old Town, já dará de cara com várias lojinhas lado a lado, vendendo de tudo um pouco. Tem até inseto empalhado sendo vendido em caixinhas ou com cordões, para serem usados como colar ou pulseira (?). Eu chamo de lugar das “tranqueiras”, aquelas bugigangas que não tem muita utilidade, mas que a gente adora ver e comprar. Mas na verdade, tem muita coisa legal, sim. Dá para comprar presentes para a família inteira aqui. Eu gosto muito dos lenços de seda, das pulseiras coloridas e outros acessórios para cabelo e dos penduricos fofos, que estão super em alta agora, para usar preso na bolsa. Mas não se esqueça de barganhar. Sempre, ok!?

Yuyuan Garden compras cultura artesanato chines

Enfeite bolsa china

Se está a procura de… moda feminina de luxo e beleza | Huaihai Road

Essa é outra famosa rua comercial e é conhecida como a Champs Elysees de Xangai, por ser localizada na parte onde era a concessão francesa da cidade e por isso, ainda tem muitos prédios no maior french style. É o lugar para mulheres que gostam de moda e estilo. Tem vários shoppings centers com lojas de luxo, boutiques e outras fashion stores com preços mais acessíveis. Os centros comerciais mais famosos são o Times Square e o International Shopping Center. É gostoso de passear por essa rua, mesmo sem intenção de fazer compras. Huaihai Road compras lojas xangai

Huaihai Road French concession passeio turismo shanghai china

Xangai não tem os outlets de Hong Kong, mas lugar é o que não falta para comprar e/ou pechinchar. Gostaram das dicas? Deixe seu comentário e boas compras! :)

27 julho, 2015
Lolitta para C&A – A nova parceria fast fashion
Compras, DICAS, MODA, Tendências

A gigante fast fashion e maior rede de lojas de departamentos do Brasil, presente em, praticamente, todos os principais shopping centers do país, é assunto de destaque no mundo da moda essa semana. Está na boca do povo das fashionistas. O motivo? A nova coleção da C&A em parceria com a marca brasileira de luxo Lolitta.

São 40 modelos, entre eles vestidos, saias (lápis e rodadinha), bodies, calças flare, blazers e jaquetas estruturadas. As peças em malha, marca registrada da Lolitta, prometem deixar qualquer mulher com corpão. Quero djá! Adorei também as com estampas meio étnicas, lindas né!?

Atualizado: as vendas já estão no site, olha quanta coisa liiinda.

lolitta-cea-doce-elegancia

Lolitta para C&A elegante calça flare blazer

Colecao Lolitta para C&A elegante

E engana-se quem acha que a C&A só é conhecida no Brasil. A rede de lojas holandesa, está em mais de 20 países e claro, na China. São 10 lojas em Xangai, 10 em Pequim, sete em Chengdu, quatro em Xi’an e mais algumas outras espalhadas por 22 cidades chinesas. E por aqui, a C&A não tem status de loja popular, como no Brasil.

Infelizmente – para nosso desejo de consumo – e felizmente – para nosso cartão – essa coleção especial não chegará até as lojas daqui :( Estará à venda, somente, em 43 lojas selecionadas do Brasil, a partir do dia 11 de agosto. Mas a boa notícia é que as peças terão uma pré-venda no e-commerce da C&A. Os preços variam de R$ 79 a R$ 349. Dá uma olhada no que vem por aí. Eu já escolhi os meus preferidos!

Jaqueta de couro e saia lapis Lolitta para CeA Calça de couro flare tendencia CeA Calça flare bandage estampa etnica saia linda bodies oncinha pink lolitta para CeA vestido listras saia Lolitta para CeAEntão, o que acharam da coleção? Conte aqui os seus modelos preferidos!

24 julho, 2015
O deslumbrante Yuyuan Garden |Um jardim para conhecer em Xangai
China, DICAS, VIAGENS

Yu yuan Garden Shanghai China

Eu já falei dele aqui no blog, mas o Yuyuan Garden é um lugar tão especial e bonito, que merece um post só sobre ele. Mesmo não sendo a minha atração preferida em Xangai (quem curte a Fanpage e segue no Insta já deve ter percebido que eu amo o The Bund e a Pearl Tower), o jardim traz a essência da antiga e tradicional China e todo turista que vem ao país deve conhecer.

O Yu Garden fica no coração da Cidade Antiga de Xangai a poucas quadras do The Bund. Ele foi construído em 1577, ainda na Dinastia Tang, para que os chineses pudessem desfrutar de momentos tranquilos e felizes. Yu, em mandarim, significa agradável, gratificante. Hoje em dia, é um dos destinos mais turísticos da China e está sempre cheio. E por sua beleza natural e arquitetônica e pelo peso cultural que carrega vale muito a visita.

Cidade Antiga Shanghai centro
Cidade Antiga, chegando ao Yu Garden
Yu Garden jardim lago peixe
O lago cheio de carpas e a ponte em zigue-zague, bem no centro do Yu Garden
Estrangeiro e chines Yu Garden
E os chineses, como de costume, gostam de tirar foto com os estrangeiros. Essa menina quis tirar foto com a minha mãe. Querida!

Para entrar no jardim privado, repleto de verde, pedras e lagos com carpas, é preciso pagar 30 RMB, o que equivale hoje, 2015, a R$ 15. O ticket pode ser comprado na hora mesmo, próximo a entrada do jardim. Se por fora já é lindo, dentro do jardim é encantador!

lago jardim Yu Garden Cidade Antiga Shanghai
À entrada do Yu Garden. Lindo demais!!!

E claro que como todo lugar turístico, as imediações do jardim são repletas de lojinhas que vendem de tudo: roupas de seda, acessórios handmade, antiguidades, chás, lembranças, brinquedos, de tudo um pouco. Nunca pague pelo primeiro preço que o vendedor te pedir, a graça do negócio é pechinchar.

Ruas chinesas Yu Garden
Ruas de pedestres, no maior estilo chinês. São várias, é fácil se perder por aqui
compras lembraças souvenirs chineses
Uma entre tantas lojas de lembrancinhas chinesas

E se bater a fome, o que não falta por aqui são barraquinhas de petiscos chineses, com os famosos dim-sums (pastelzinhos fritos ou cozidos no vapor com recheios variados) e os dumplings. E é no Yu Garden, logo depois da ponte em zigue-zague, que fica a casa de chá mais tradicional da cidade, a Huxing Ting.

Lojas comida passeio turistico
Olha a chinesa de vermelho devorando o que parece ser um noodles, no meio da rua!

O lugar é muito bonito e qualquer turista não pode ser de Xangai sem conhece-lo. Reserve pelo menos uma manhã inteira ou uma tarde para visitá-lo (se não gosta de multidão, evite os finais de semana). Para chegar lá, é só pegar um metrô até a estação Yuyuan Garden, seguir o fluxo de pessoas pela Henan Road até avistar essas construções estilo chinesas. E aí é só curtir cada pedacinho!

Então, gostaram de conhecer um pouco mais do Yuyuan Garden? Deixe seu comentário!

24 julho, 2015
As cores na China
Curiosidades, DICAS, LIFESTYLE

cores da china significado vermelho douradoUsar branco na virada de ano é sinal de paz e boa sorte. O vermelho é paixão. O dourado é dinheiro. O azul é esperança. E por aí vai. Dizem que o povo brasileiro é um dos mais supersticiosos do mundo, e não dúvido. Mas está para nascer povo com mais superstições que os chineses. Assim como nós brasileiros atribuímos certos significados para as cores, os chineses também o fazem. E muito!

Eles levam o significado das cores tão a sério, que muitas noivas se casam com outra cor de vestido ao invés do tradicional branco. E na hora da compra, a escolha da cor pode influênciar no preço final do produto. Ah, e é importante ficar por dentro das cores que deve-se usar para agradar um chinês e o que não usar de jeito nenhum.

Vermelho | Hongse

Posso dizer que está é a cor da China, é a cor da bandeira do país e os chineses adoram. Significa poder, fortuna, boa sorte, alegria, vida longa, celebração. Por isso, é a cor tradicional das noivas. Isso mesmo! Muitas se casam com o vestido na cor vermelha, vermelho vivo, sabe?! O que para nós, ocidentais, pode parecer um pouco estranho, já que no nosso consciente, a cor simboliza paixão, proibição.

A explicação para o significado do poder do vermelho é que tudo que era relacionado à Casa Imperial era vermelho, assim como os prédios da Cidade Proibida, em Pequim. Então, se você quer agradar um chinês, aposte no look vermelho vivo.

A influência é tão grande que quando a gente vai fazer a avaliação de um vendedor ou funcionário de banco, por exemplo (naquelas máquininhas com carinha de feliz e triste), o vermelho corresponde ao melhor atendimento e o verde, ao pior. Confuso, né?! É mal chegar ao aeroporto que a gente dá logo de cara com a carinha vermelha feliz na avaliação do funcionário da Imigração.

Amarelo | Huangse 

Outra cor que representa poder, mas muito mais que isso. É também uma cor sagrada, imperial, nobre. Isso porque o amarelo era a cor exclusiva do Imperador, usada na sua coroa, em todos os seus looks e até na decoração do seu quarto. Está relacionada ao sol e ao ouro e simboliza terra, colheita e riqueza.

Em alguns lugares, produtos na cor vermelha ou amarela ainda são as mais procuradas, por isso, o preço é, geralmente, mais alto e não adianta chorar por desconto, viu.

 Verde | Lüse

Homens, não usem essa cor na China, de jeito nenhum! Explico: tem uma história de que há milhares de anos atrás, uma mulher importante na China tinha um amante e deu ao marido um boné verde, para que quando o amante visse um homem de boné verde na rua, saberia que sua querida estava sozinha em casa e poderia ir vê-la. Sabe-se lá se essa história é verdadeira, mas daí que os chineses acreditam que boné, chapéu ou qualquer coisa verde na cabeça simboliza infidelidade, ou seja, ser corno mesmo. Eles não gostam de usar nada verde próximo ao rosto, como camiseta, cachecol, nadica. Por isso gente, anotem minha dica, nada de usar (ou dar de presente para um chinês) camisa ou boné verde do Brasil aqui na China, ein. Álias, melhor evitar qualquer peça do uniforme da seleção brasileira. Muitos chineses ainda lembram da lavada de 7×1 rsrsrsrs (brincadeira, tá?!).

O verde representa também exosrcismo, ou seja, nada de muito bom.

Branco | Baise

Taí mais uma prova da grande diferença cultural: na China o branco representa morte e luto. Antigamente, eles usavam branco especialmente nos funerais e nunca, nem nos dias atuais, eles usam preto.

Imagina o susto do chinês desavisado passando o Ano Novo no Brasil!? Mas a boa notícia é que hoje o branco é liberado e por isso a gente pode usar e abusar do look all whitesem parecer que está indo a um funeral. 

Preto | Heise

Se o branco é luto, o que sobrou para o preto? Já ouvi falar que o preto na China representa muita coisa, e só coisas boas, como confiança e qualidade. Era a principal cor usada pelo imperador antes de ele aderir exclusivamente ao amarelo, mas hoje não tem o poder como o vermelho e o amarelo tem.

Nos dias atuais, com a influencia da moda ocidental, todas as cores estão liberadas nos looks, só é bom o sexo masculino evitar roupa verde para não gerar especulações. E o vermelho tá com tudo, ok ladies in red!?