01 dezembro, 2016
Destino China | Tour gastrônomico por Shanghai
China, Destino China, DICAS, VIAGENS

A segunda maior cidade do mundo é um dos meus destinos preferidos na Ásia: além de estar localizada próxima de Xiamen, onde moro, tem uma infinidade de coisas interessantes para fazer. Então, sempre que posso, visito Shanghai. Dessa vez, fui para comemorar meu aniversário e aproveitar para curtir o clima cosmopolita e internacional da cidade, que eu tanto adoro.

Shanghai não é só um bom destino para turistar, conhecer a história da China, apreciar a arquitetura moderna e fazer compras, mas também é um ótimo lugar para experimentar a culinária local e internacional. Pensou que na China só tem comida esquisita? Em Shanghai você vai encontrar, praticamente, todas as cozinhas do mundo. E é por isso que essa cidade me apetece tanto…

O que teria melhor para fazer em um sábado frio, chuvoso e com vento do que um tour gastrônomico? Nada tão apetitoso me vem a cabeça. Esse roteiro – delicioso, diga-se de passagem – eu mesma montei com base nas minhas preferências. E aproveito para entregar aqui algumas dicas para quem está com viagem marcada para esse destino.

Beef & Liberty

Em dia de chuva dá uma vontade de enfiar o pé na jaca, não dá?! A primeira parada foi na Beef & Liberty, uma hamburgueria gourmet, localizada no Shanghai Centre Square, na West Nanjing Road. Eles são famosos pelos hamburguers gourmet feitos de maneira mais saudável possível, com carne bovina da Tasmânia, onde os bois são alimentados com grama. Apesar de adorar carne, a minha pedida foi o hamburguer de falafel acompanhado por fritas de batata doce. Não sou vegetariana nem nada, mas o hamburguer de falafel deles é divino! E a batatinha doce é simplesmente deliciosa. A combinação perfeita do levemente apimentado com o suavemente adocicado.

beef & liberty hamburger dica restaurante shanghai

Para harmonizar com os mais variados tipos de hambúrgueres, eles tem no menu várias cervejas artesanais, inclusive a famosa IPA. O atendimento é bom e o ambiente é moderninho e acolhedor. Os sofás e poltronas são tão confortáveis e o som ambiente tão animado, que dá vontade de ficar lá a tarde inteira só olhando a chuva cair do lado de fora.

Endereço: Suite 111, Shanghai Centre – No. 1376 west Nanjing Rd. | 南京西路1376号上海商城西峰111号商铺 邮政编码

Na Shanghai Centre, também conhecida por hospedar o luxuoso hotel Portman Ritz-Carlton, há diversas outras opções de restaurantes, são alguns deles:

baker & spice cafe da manha saudavel ovo pao Xangai

Baker & Spice :: padaria bistrô deliciosa (mais detalhes nesse post)

Element Fresh :: restaurante especializado em comida natural: saladas, sopas, sanduíches e outras entradinhas saudáveis e sucos naturais deliciosos.

Din Tai Fung :: um dos mais conceituados restaurantes chineses/taiwaneses de Shanghai.

Pure & Whole :: restaurante vegetariano maravilhoso, comidinhas saudáveis, leves e sucos deliciosos e fits. Esse eu super indico também.

Pizza Express :: bem ao lado do Beef & Liberty. Para quando bater a vontade de comer pizza…

Obs: todos os restaurantes citados acima tem endereço em outros pontos turísticos de Shanghai. Clique no link do nome para abrir o site, onde há maiores informações. 

A sobremesa e o cafezinho foram no Wagas, uma padaria da mesma rede da Baker & Spice e também com vários endereços pela cidade. O forte deles não são os doces, mas sim as saladas, cafés e sucos naturais.

Depois de namorar as vitrines e fazer umas comprinhas na East Nanjing Road, a maior rua comercial de Shanghai, pegamos a linha 2 do metrô direto para Xintiandi. O Xintiandi é um dos bairros mais descolados e graciosos da cidade e tem uma praça que reúne vários cafés, bistrôs, restaurantes, bares e lojas de moda. Eu adoro a atmosfera da região e sempre passo por aqui quando estou na cidade.

Nos dias de verão, a pedida é fazer um happy hour na varanda dos diversos restaurantes do Xintiandi Plaza. Já falei nesse post sobre o Bar da Paulaner, que é um dos mais frequentados. Também gosto do italiano Bottega Mozzarella Bar. A área externa é uma delícia para sentar, tomar um vinho ou espumante e reparar nas pessoas estilosas passando. Quanto ao menu, eu adoro as saladas e as pastas. Já o Rodrigo, adora a variedade de cervejas importadas.

Restaurante italiano xintiandi Shanghai Bottega bar

Bottega bar happy hour restaurante italiano Xintiandi Xangai

Estado Puro

Como o dia estava frio e chuvoso e o ambiente interno do Bottega um pouco vazio, fomos conhecer o restaurante ao lado – o espanhol chamado Estado Puro. Sabe aquele ambiente super convidativo que você entra e já se sente em casa?! Quentinho, intimista, aconchegante… No menu, montado pelo renomado chefe Paco Ronceiro, destaque para os tapas (de atum, ceviche e outros frutos do mar) e pratos principais. A carta de vinhos não deixa a desejar nem um pouco. Muy bueno!

estado-puro-restaurante-shanghai-xintiandi-espanhol

Estado Puro dicas restaurante Shanghai espanhol tapas

Endereço: Unit 3, Building 22, North Plaza, 181 Taicang Lu, near Huangpi Nan Lu | 太仓路181弄新天地北里22号楼1层03单元, 近黄陂南路

Jantar no The Bund

O tour gastrônomico terminou com um jantar no The Bund, a região mais turística de Shanghai. E, sinceramente, onde se tem a melhor vista noturna da cidade. Os melhores restaurantes estão ao longo da ZhongShan Lu, a principal avenida. Você pode escolher entre o italiano Atto Primo, o francês Mr. & Mrs. Bund, o espanhol El Willy ou o americano POP, só para citar alguns. Ah, e todos eles tem aquela vista maravilhosa do Rio HuangPu, dos prédios modernos e iluminados de Pudong e da atração principal: a Pearl Tower <3 No próximo #DestinoChina eu falo mais sobre o meu restaurante favorito.

Claro que depois desse tour gastrônomico eu corri para a academia na semana seguinte hahaha

Se gostou das dicas ou tem outras, deixe seu recado aqui embaixo 😉

Bom apetite!

 

SaveMe!
03 fevereiro, 2016
Destino China | Os melhores restaurantes de Hong Kong
China, Destino China, DICAS, Hong Kong

Quem segue o blog nas redes sociais {insta @Chinachic | Snap @Chinachic8}, provavelmente viu que este fim de semana estive em Hong Kong. É muito bom dar uma fugidinha da China, de vez em quando, e ir para lugares mais ocidentalizados, onde a cultura é mais parecida com a nossa. E Hong Kong, apesar de pertencer a China, é uma grande metrópole e famoso destino internacional, portanto tem gente do mundo todo e muita coisa interessante para fazer. Como já conheço os principais pontos turísticos da cidade, aproveitei o finde para curtir o clima urbano de HK, fazer compras e comer, comer muito!

O título do post está um pouco equivocado (coisa de publicitário, para chamar mais atenção), porque, na verdade, eu não conheço ainda boa parte dos restaurantes de Hong Kong, mas posso indicar alguns maravilhosos!

Já falei aqui sobre o Bubba Gump. Vai dizer que as vezes não dá vontade de enfiar o pé na jaca e comer tudo o que tem de melhor em um restaurante americano?! Mas Bubba Gump tem uns peixes e frutos do mar deliciosos também! O restaurante fica na Peak Tower, a torre que é considerada uma das atrações mais famosas de HK. Nesse post tem mais informações de como chegar lá.

Wooloomooloo

A rede de restaurantes especializadas em carnes é um dos nomes mais famosos de Hong Kong, quando o assunto é restaurante top e comida de qualidade. Eles estão presentes em cinco endereços diferentes da cidade, sendo: dois Wooloomooloo Prime; dois Wooloomooloo Steakehouse e um The Chop House.

Fui no Prime de Causeway Bay, mas não pude ficar, pois estava tendo evento fechado no dia. Mas o lugar tem uma varanda aconchegante com uma vista linda do Victoria Harbour e de boa parte da cidade. Já o Prime de Kowloon, onde jantei dessa vez, fica no 21º andar do The One Mall em Tsim Sha Tsui e tem uma vista maravilhosa da cidade, de uma perspectiva diferente do de Causeway Bay. O espaço, super moderno, é dividido entre bar e restaurante.

As carnes são servidas com o molho e o acompanhamento a sua escolha. Eles ainda contam com um menu bem variado e uma carta incrível de vinhos. Quer combinação mais perfeita? Carne boa + vinho! Deu até água na boca só de lembrar.

hong kong night luzes vista Wooloomooloo The ONE Kowloon

jantar restaurante wooloomooloo carne hong kong

wooloomooloo restaurante molho carnes hong kong

sobremesa tiramissu restaurante wooloomooloo hong kong

Não esqueça de fazer a reserva para a janta. Mais infos aqui.

Wagyu’s

Como o próprio nome já diz, outro restaurante especializado em carnes australianas (eu aproveito para comer muita carne quando saio da China, porque aqui, carne boa e suculenta é coisa rara). Mas o Wagyu’s tem um menu bem eclético, com pastas, peixes, seafood e pizzas. No almoço, oferecem um set menu especial. Eles também servem breakfast à la carte e juro, é uma delícia. Sempre que estou em HK, tomo café da manhã lá: suco natural feito na hora, variedades de café, frutas, omelete, ovos benedict, bagels com salmão defumado. De tudo um pouco, bem refinado e gostoso. É tão famoso, que nos fins de semana é bom fazer reserva de mesa até para o café da manhã. Ah, e o atendimento é ótimo! Fica na Hollywood Road região Central, pertinho da Lan Kwai Fong.

wagyu's restaurante hollywood hong kong cafe da manha

wagyus restaurante australiano carnes hong kong

Ciao Chow

Sabe aquele cachorro fofo, peludo e de língua roxa? Sim, o Chow Chow foi quem emprestou o nome para esse restaurante italiano, recém inaugurado (abriu em dezembro de 2015). A especialidade da casa são massas e pizzas. A comida, para ser sincera, não tem nada de mais, mas o ambiente, o ponto e o clima do restaurante são muito legais. Ele fica na base do California Tower, na esquina central da Lan Kwai Fong, que é a região mais badalada de HK, repleta de bares, restaurantes e pequenas lojas. Com uma decoração moderna e clean, é um ótimo lugar para relaxar ou fazer happy hour, curtindo o clima corrido da cidade e observando a multidão de gente passando, cada um com seu estilo. As pessoas que trabalham pela região central costumam se reunir ali para o happy hour. Ah, e eles tem uma variedade enorme de draft beers e drinks deliciosos.

Ciao Chow restaurante central lan kwai fong hong kong

ciao chow hong kong italian restaurante pizza

Ce La Vi

Também na Lan Kwai Fong, no 25º andar do California Tower, prédio do ladinho do Ciao Chow. Tem um terraço com uma decoração bem descolada e uma vista 360°. Gostoso para sentar, bater um papo, petiscar uns snacks diferentes e tomar uns drinks. Em alguns fins de semana, rolam festas super badaladas e moderninhas. O restaurante fica no andar de baixo. Não cheguei a pedir nenhum prato (quando fui estava fechado, abre as 18h), mas o menu é de dar água na boca.

ce la vi rooftop hong kong bar e restaurante asiastico

Ce La Vi restaurante california tower Hong Kong

King Ludwig Beerhall

Restaurante alemão tradicional de HK. Para quem gosta de chopp, salsicha, batata e outras comidas típicas da Alemanha, esse lugar é A pedida. É o restaurante preferido do meu noivo. Eles tem cinco endereços em HK: Causeway Bay; Stanley; Tsim Sha Tsui; Wan Chai e; Yuen Long Hun Shui Kiu.

Agora, se você está afim de provar comida chinesa em um bom restaurante, me desculpa, porque quando eu saio da China, meu amigo, eu quero distância de comida chinesas rsrsrs Não cheguei a ir em nenhum restaurante asiático em Hong Kong, mas amigas me indicaram o Kowloon Tang (chinês, fica em Kowloon) e o Irori (japonês, fica na Causeway Bay).

E é bom avisar que, Hong Kong é uma cidade extremamente cara, especialmente as regiões mais próximas do centro e mais turísticas, portanto, não se assuste quando receber a conta. Como costumo brincar, é uma sentada e uma facada. Mas, as vezes merecemos esse luxo 😉

Falando em culinária, bateu a fome….

12 janeiro, 2016
Destino China | Os cassinos de Macau, a Las Vegas da Ásia
China, Destino China

Como contei aqui, Macau pertenceu à Portugal até 1999, quando foi devolvida para o governo chinês. Nessa época e desde a década de 1850, na verdade, Macau tinha algumas casas de jogos e uma lei que permitia apostas. Mas foi em 2002 que a China começou a construir o império dos hotéis de luxo e dos grandes cassinos, na região de Cotai, que continua em constante crescimento. Empresas que estão por trás de grandes cassinos de Vegas, como a Las Vegas Sands Corporation, também estão apostando em Macau. Tanto é, que a rua onde fica o The Venetian e o City of Dreams foi nomeada carinhosamente de Cotai Strip, fazendo referência a principal avenida de Vegas.

Com pouco mais de 10 anos, a região se desenvolveu de forma absurda de tão rápida e está se preparando para receber o Wynn e o The Parisian, entre outros, com direito a Torre Eiffel e tudo (que inclusive já está bem adiantada, pelo o que vi quando estive por lá). Além disso, há notícias de que os cassinos de Macau vem faturando mais do que todos os cassinos dos Estados Unidos juntos.

Atualmente, há cerca de 35 cassinos na Península de Macau e 10 na Ilha de Taipa. O lugar mais fun para ficar hospedado é próximo de Cotai, pois é aqui que ficam os maiores e mais novos hoteis-cassinos.

As opções de hospedagem ainda não são tão grandes como em Vegas, mas são tão boas quanto. A minha escolha foi o Galaxy Hotel, por causa da piscina de ondas (confesso :P), que eu acabei nem usufruindo, pois esfriou nos dias que estive lá. O que não foi problema, já que há uma piscina de água quente e várias jacuzzis maravilhosas a céu aberto. Realmente, o lugar ideal para relaxar. Isso sem falar do luxo e conforto do quarto, do cassino gigante, dos restaurantes deliciosos e das tantas lojas de grife e suas esplendidas vitrines. A estrutura é imensa e realmente incrível!! Me senti em Vegas, mesmo!

Galaxy hotel macau piscina ondas verao

Galaxy hotel macau cassino jacuzzi vegas

cassino galaxy hotel macau sala apostas

Outras ótimas opções para ficar hospedado são: The Venetian Macau, Hard Rock, Grand Hyatt, Four Seasons, Sheraton, Conrad, Holiday Inn, Crown Towers, JW Marriot e The Ritz-Carlton. Ou seja, como podes notar, as melhores redes de hotéis estão aqui (e com preços bem mais acessíveis do que o normal). Todos os hotéis tem transfer para o aeroporto, para o porto, para o centro da cidade e para outros hotéis-cassinos.

Quanto aos cassinos, o do The Venetian é o maior, mas, se você é apostador, não se preocupe, todos os cassinos tem, praticamente, os mesmo jogos: roleta, blackjack, pôquer, máquinas caça-níqueis e outros jogos tradicionais chineses. BTW, o The Venetian de Macau não perde nada para o de Vegas. Tem até os canais de Veneza. E é um lugar ótimo para compras, há praticamente, um shopping center dentro do complexo.

cotai strip macau cassino the venetian

cotai strip hoteis cassinos hard rock crown towers

the venetian casino vegas macau

cassino the venetian luz arvore de natal decoracao

Cassino Galaxy Macau Vegas Asia caça niquel

Decoracao the venetian cassino macau

the ventian macau canal veneza

A noite, o agito é no Soho, que fica no City of Dreams. O City of Dreams é um complexo com cassino, que liga os hotéis Hard Rock, Grand Hyatt e Crown Towers. É aqui que fica também uma das atrações mais imperdíveis de Macau, o The House of Dancing Water. Mas falando primeiro do Soho, este é um espaço de entertenimento, que conta com vários restaurantes. Eu indico o Hard Rock Café (sempreee :P), o italiano Shelter (a comida é maravilhosa) e o espanhol T for Tapas. Em uma das noites que estive lá, tinha até uma dupla de brasileiros apresentando canções de jazz e bossa nova, super agradável! Por alguns momentos até achei que estivesse no Brasil…. :)

soho macau hard rock city of dreams jantar italiano shelter

Para terminar a noite, a maior e mais conceituada casa noturna de Macau, Club Cubic, fica também no City of Dreams.

E sobre o The House of Dancing Water, o que posso falar?! Que talvez foi o show mais incrível que já presenciei na minha vida! Eu comprei o ingresso (aqui) achando que iria assistir mais um show de águas dançantes comum, mas estava totalmente enganada. A apresentação de uma hora e meia conta a história de um princípe que tenta salvar a amada das garras da rainha má (nenhuma novidade até aqui), mas a história se desenvolve na água, dentro de uma piscina com 3,7 milhões de litros d’água. Em alguns momentos, o chão do teatro sobe, a água some e o show continua em “terras firmes”. São dezenas (talvez até centenas) de artistas que fazem saltos na água, danças suspensas no ar, saltos de moto e outras acrobacias inacreditáveis. Sabe quando você fica o tempo todo de boca aberta, pensando “como eles conseguem fazer isso?” Tem ainda apresentação de trajes típicos e vários efeitos especiais (fiquei tão concentrada na apresentação, que esqueci de tirar fotos). Sugiro comprar o ingresso antecipado pelo site. É caro (paguei quase U$100 por pessoa), mas vale muito! É imperdível!!

house of dancing water show aguas dancantes macau

E depois de conhecer um pouquinho de Macau, quero saber… quais foram as suas impressões? 😉

05 janeiro, 2016
Destino China | Macau e a região histórica de Taipa
China, Destino China

Você já imaginou conversar em português com os nativos da China? Ou um lugar na Ásia onde as placas e sinais são todos no nosso idioma? Agora, imagina se esse lugar tivesse mega cassinos e hotéis luxuosos!? Parece brincadeira, mas esse lugar existe! Macau é uma ilha ao sul da China e ao leste de Hong Kong, que foi colonizada pelos portugueses e pertenceu a Portugal até o fim de 1999, quando foi devolvida a República Popular da China. Por isso, Macau se encaixa na mesma situação de Hong Kong: um país, dois sistemas. Os assuntos externos são de resonsabilidade do governo chinês, mas Macau tem suas próprias regras quanto a algumas questões políticas e sociais: a moeda é o MOP (diferente da China Continental), internet é liberada (oba!), brasileiro não precisa de visto para entrar, são apenas algumas diferenças entre Macau e China.

Logo que você aterrisa no aeroporto já se sente em casa kkk. As placas informativas e demais painéis são todos em português. Macau é relativamente pequena e a maioria dos hotéis tem transfer do aeroporto. Mas se precisar, táxi é bem barato.

Largo do Senado praça publica Taipa Macau

A ilha é divida em três regiões: Taipa, Cotai e Coloane, que são interligadas por meio de pontes. A Península de Macau, Taipa, é a parte histórica e cultural da cidade. Um região pequena, mas que abrange mais de 20 prédios históricos, e que foi nomeada pela UNESCO, como Patrimônio Cultural e Centro Histórico de Macau. Em Taipa todas as atrações turísticas e nomes de ruas são em português, muito legal! O must-see é as Ruinas da Igreja de São Paulo, que é considerado o maior monumento do Cristianismo na Ásia. A Igreja foi construída em 1602 e pegou fogo em 1835, ficando em ruínas, que hoje é a principal atração de Macau. Próximo das Ruinas fica a Fortaleza do Monte, a principal construção militar de Macau, com quartel e canhões que foram usados em 1622, para combater a invasão holandesa. Do alto do Forte, é possível ter uma vista aérea da cidade. A Península é uma região antiga e não muito bonita, mas vale a pena o passeio. A entrada é free e dentro do Forte fica o Museu de Macau.

Escadas Ruinas da Igreja São Paulo Macau historia

Ruinas Igreja São Paulo fogo macau

Vista da peninsula de macau Taipa

Fortaleza Forte macau canhão militar

A melhor maneira de chegar a estas atrações é através do Largo do Senado, considerado o centro urbano de Macau e o ponto mais popular de eventos públicos e celebrações. A praça é aconchegante, cercada por prédios coloridos e no estilo neo-clássico e tem calçada com azulejos preto e branco, formando desenhos que lembram muito as calçadas de Copacabana. A praça fica entre a Avenida da Praia Grande e a Avenida de Almeida Ribeiro.

Largo do Senado praça classica Copacabana macau

Largo do Senado praça centro Macau

Macau ainda tem a Igreja de São Domingos, a Igreja da Santo Antônio, Igreja de Santo Agostinho, o Templo A-Má, o Museu de Arte, a Casa do Mandarim, entre outros, como atrações turísticas. A cidade é pequena e a visita a estes lugares, toma de um a dois dias, dependendo do seu grau de interesse.

Igreja do Largo do Senado Macau

Cidade colonizada portugueses taipa Macau

Maaaaas, não esqueça de reservar alguns dias para relaxar nos luxuosos hotéis e curtir os mega cassinos. Na minha opinião, a parte mais divertida de Macau é Cotai. Mas sobre isso, eu conto no #DestinoChina da próxima semana. 😀

Zài jiàn

26 setembro, 2015
China em festa – Festival da Lua e do Meio Outono
China, Cultura, Curiosidades, LIFESTYLE

Festival da Lua Meio Outono lua cheiaEnquanto no Brasil, na segunda quinzena de setembro, damos as boas-vindas a primavera, na China é celebrado o meio do outono, e com direito a festival, feriado e tudo mais.

De acordo com o calendário lunar chinês, o 15º dia do oitavo mês do ano é o meio do outono. Que neste ano, cai no dia 27 de setembro. Aí você pará para pensar: como o oitavo mês do ano é setembro e não agosto e o 15º dia é 27 e não dia 15 do mês? Esse papo já rolou por aqui. É que o calendário lunar é baseado nas fases da lua e por isso, o Ano Novo Chinês, geralmente, começa em fevereiro.

No calendário lunar, a lua cheia ocorre no 15º de cada mês, mas o Mid-Autumm Festival (nome em inglês do Festival da Lua ou Festival do Meio Outono) só é celebrado no oitavo mês, pois, segundo os chineses, é a melhor época da colheita do arroz e é quando a lua está mais redonda e brilhante do que nunca.

O Festival da Lua é o mais importante da China depois do Ano Novo, que é chamado de Festival da Primavera. Os chineses fazem oferendas à lua, se reúnem com a família para jantar e apreciar a lua, que fica realmente linda e brilhante. Eu gosto de ir a beira da praia no fim de tarde e esperar ela aparecer por trás do mar. Sua luz é refletida na água e a cena é quase hipnotizante. Muitos chineses costumam fazer o mesmo em Xiamen.

As cidades ficam enfeitadas com lanternas e bonecos e em alguns lugares, soltam-se fogos de artifícios. Muitos fogos. Chineses adoram isso.

Festival da Lua Meio Outono Mid-Autumm feriado China

E na culinária, o mais tradicional é comer o mooncake, um bolinho, geralmente redondo ou quadrado, feito com farinha e com recheio doce variado, como açúcar e pó de lótus. E claro, é muito bom. O mooncake é bem popular na China, mas especialmente no Festival da Lua, em que as famílias se juntam para saboreá-lo e distribui-lo à entes queridos. Sempre recebemos de chineses próximos que gostam de agradar os estrangeiros com suas tradições. E sabe que já deu água na boca só de lembrar… Para quem ficou curioso ou na vontade, nas padarias do bairro Liberdade, em São Paulo, eles vendem esse tipo de bolo. Mooncake bolinho doce chines

mooncake bolo recheado chinesO festival da Lua também é celebrado em outros países da Ásia, como Cingapura e Vietnã. E em várias cidades do mundo onde tem comunidade de chineses e Chinatown.

Happy Mid-Autumm Festival!!

 

17 agosto, 2015
Um tour por Shenzhen, a cidade mais rica da China
China, VIAGENS

Situada ao sul da China, na divisa com Hong Kong, Shenzhen e uma das cidades mais importantes para a economia e administração do país. Para se ter uma ideia, a economia de Shenzhen cresceu 9000% nos últimos 30 anos e hoje é um dos principais centros industriais. Por isso, é destino para muitos chineses e estrangeiros a procura de trabalho e melhores condições de vida. Mas o número de turistas na cidade tem aumentado constantemente e eu aproveitei que fica só a três horas e meia de trem-bala da minha cidade e fui conhece-lá (nessa época de ferias de verão, é bem comum os voos atrasarem mais de três/quatros horas, então para viajar à destinos próximos, a melhor opção é o trem-bala). Confesso que fiquei muito surpresa com a variedade de atracões turísticas e de programas bacanas que Shezhen oferece.

Para começar, uma das atracões principais é o Splendid China Park, que é simplesmente in-crí-vel! O parque tem miniaturas das principais maravilhas da China e é o lugar perfeito para quem quer conhecer os monumentos históricos, culturais e naturais e não tem muito tempo (e nem $$ para viajar para todas as cidades famosas do país). E juntinho com o Splendid China tem o parque Folk Culture Village, uma vila, onde é possível conhecer a cultura dos povos chineses e participar de vários shows legais. Você visita os dois em apenas um dia.

Splendid China Park miniaturas maravilhas da China

Folk Culture Village show apresentacao danca tradicional

Para chegar lá é só pegar o metrô e descer na estacão OCT (Overseas Chinese Town) e procurar pela saída do parque. Ah, Shenzhen é uma cidade enoooorme e diferente de Xangai, que é maior ainda, mas tem as principais atracões próximas uma das outras, em Shenzhen é tudo meio longe e as vezes de um ponto para o outro, demora em torno de 40 minutos de metrô. Mas o bom é que dá para ir à qualquer lugar usando transporte público e é bem fácil de se achar. Eu que estou longe de ser um Google Maps ambulante, me virei fácil fácil, pra cima e pra baixo com a ajuda do app Metro Shenzhen.

Na estacão seguinte, Window of the World, tem um parque de mesmo nome, que tem réplicas dos principais monumentos do mundo, como a Torre Eiffel, a torre de Londres, as pirâmides do Egito, Taj Mahal, as cataratas do Niagara e o parlamento de Brasília. MUITO legal!

Window of the World Torre Eiffel viagem Shenzhen China

Dali, peguei um táxi até o OCT Bay, uma região com vários restaurantes, shopping e um show 3D maravilhoso de águas e luzes, que acontece todos os dias as 20 horas e a entrada custa RMB 180, se nao me engano. Esse é o único lugar que conheci que não tem estação de metrô por perto, mas o táxi do Window of the World ou da estacão OCT é bem barato. OCT Bay Rua de bares Shenzhen

Também adorei passar um fim de tarde no Sea World Square. Um lugar super agradável para passear, com uma arquitetura aconchegante, um lago onde acontece um show de águas – free – um barco gigante ancorado para dar um charme e várias opções de restaurantes western – entre eles o Latina, uma churrascaria brasileira.

Lago e luzes Sea World Square Shenzhen

Sea World Square passeio Shenzhen barco

Show das aguas lago Sea Square Shenzhen

Eu indico o restaurante Shark, li ótimas recomendações no Trip Advisor e adorei o ambiente, a comida, e claro, a carta de vinhos variada e com preços justos. Ele tem outra filial no Coco Park e é famoso por ter um aquário de mini-tubarões na entrada.

Tá e compras, tem? Claro que tem!! Como em toda cidade chinesa, pra qualquer lado que você olhe, tem comércio, muuito comércio. Na região de Luohu tem o shopping King Glory Plaza, onde eu encontrei uma loja Top Shop, entre tantas outras, e tem também o Luohu Shopping Plaza, que é o fake market da cidade, no mesmo esquema de Xangai: réplicas de produtos de luxo e muita pechincha. Nessa região fica outra atração de Shenzhen, a rua de pedetres Dongmen, repleto de lojas. Ali perto, na estação de metro Laojie tem um centro comercial com muuuitas lojinhas, uma ao lado da outra, vendendo roupas super diferentes: vestidos rendados, blusas com recortes, sapatos, acessórios e até ternos bem estilizados. Se você tiver tempo de garimpar tem muita coisa estilosa por uma pechincha. Mas, por favor, não cometa o mesmo erro que eu e vá em uma tarde de domingo de verão, a não ser que você queira esbarrar com a multidão de chineses a cada passo que der e se deliciar (sóquenão) com o cheiro dos petiscos típicos fritos com azeite usado sabe-se lá há quantos dias, das centenas de barraquinhas ao redor.

No distrito de Futian, que é onde ficam os parques, tem um shopping chamado Coco Park, que além de várias lojas, tem uma parte externa bem agradável e algumas opções de bons restaurantes. Mas o shopping que eu mais gostei foi o Coastal City, no distrito de Nashan, pois é o que tem uma variedade maior de marcas internacionais, como Mac, Sephora, Forever 21, Uniqlo, Levi’s e muito mais. Fica ao lado da estação Houhai.

Na verdade, Shenzhen tem muito mais coisas para conhecer, afinal é a cidade mais rica da China em vários aspectos, mas como fiquei poucos dias lá, consegui vistar apenas esses lugares. Mas pesquisei muito antes de ir e acredito que estes sejam os passeios mais interessantes.

Gostou? Então nos acompanhe nas redes sociais:

Siga no Instagram @ChinaChic

Curta nossa Fan Page no Facebook

Add no Snapchat @ChinaChic8

06 agosto, 2015
Splendid China Park + Folk Culture Village – conheça a cultura e as maravilhas da China em um dia
China, Cultura, LIFESTYLE, VIAGENS

Cultura china casal chines tradiçao vermelho Imagina como seria interessante e bacana conhecer a cultura chinesa e todas as principais maravilhas da China em um só dia? Para quem se interessa por esse país rico em história, cultura e construções incríveis, o Splendid China Park é o principal must see no sul da China. O parque fica em Shenzhen, que faz divisa com Hong Kong, e entre outras atrações da cidade, esta, com certeza, é a mais diferente, educativa e incrível. Os adjetivos para descreve-la são bem variados, mas é exatamente essa a ideia do parque: agradar crianças e adultos, dos oito aos 80 anos. Um lugar para todos se divertirem e relaxarem.

Mas o que ele tem de tão bom? O Splendid China Park tem todas as principais construções históricas, culturais e até naturais da China em miniatura. São dezenas de templos, pagodas, vilas (inclusive com os mini-habitantes, super cute), jardins, floresta de pedra, rios, lagos e até cachoeira. Tudo réplica dos originais, em tamanho menor, claro. É tudo tão bem feito e rico em detalhes que você sente como estivesse conhecendo a atração real.

Cidade Proibida forbidden city beijing
Cidade Proibida – Pequim
Muralhas da China pequim
Muralha da China – Pequim
pagoda templo
Tengwang Pavilion (imagina a verdadeira! uauu)
Palacio de Potala Tibet
Palácio de Potala, no Tibet
grande buda sentado
Grande Buda sentado (e as miniaturas das pessoas)
Montanhas de Huangshan
Montanhas de Huangshan. Dá até para escalar, muito legal!!!
new summer palace palacio de verao
Novo Palácio de Verão #fofo

Anexado ao Splendid China fica o Folk Culture Village, com construções e inúmeros shows de dança que mostram as tradições do povo do Tibet, Mongólia e outras minorias étnicas. Detalhe para os trajes diferentes e característicos de cada lugar. Super fun! Os shows começam a tarde e não passam de 20 minutos cada um, então tive tempo de ir em praticamente todos. Vale muito a pena, é um banho de cultura e conhecimento de décadas em apenas algumas horas.

Li alguns comentários no TripAdvisor sobre o parque ser muito cheio, mas como fui numa segunda, ele estava praticamente vazio, muito gostoso para passear entre as extensas áreas verdes e relaxar nos diversos lugares à sombra.

Minha mãe me acompanhou nesse passeio (ela esta passando uma temporada comigo na China) e para ela, esse foi o lugar mais legal que conheceu na China (e olha que já batemos muita perna por aqui, inclusive em Xangai).

Como chegar e quanto$$: pegue o metrô e desça na estação OCT (Overseas Chinese Town), na saída B3 você dá de cara com a entrada do parque. O ticket para ambos os parque custa 180 RMB (mais ou menos R$ 90).

Reserve um dia inteiro para se encantar com as maravilhas e aprender muito sobre a história e cultura chinesa.

Gostaram? Deixe seu comment!

Zai jian/ see you :)

28 julho, 2015
Xangai, o paraíso das compras
China, Compras, DICAS, VIAGENS

Fiquei algum tempo pensando em como e por onde começar a escrever esse post sobre compras em Xangai. Assim como Hong Kong, Xangai tem infinitas opções de compras, para todos os estilos, gostos e classes sociais e fica difícil colocar em palavras a experiência que é ir as compras nesse lugar. É o paraíso das shoppaholics e também da pechincha.

Se está a procura de…tudo | Nanjing Road

Essa é uma das ruas comerciais mais extensas do mundo, com quase 6 km e você, definitivamente, não pode sair de Xangai sem conhecê-la. Ela é divida em duas partes: leste e oeste. E não importa em qual lado você esteja ou o que você procura, certamente você achará algo de seu interesse.

A East Nanjing (Nanjing DongLu) começa logo após o The Bund e tem todas as lojas que você pode imaginar, desde as famosas marcas internacionais de moda e lojas de departamento até pequenas shops especializadas em produtos chineses. É nesse lado que fica a rua de pedetres de 1 km (no cars here, apenas trenzinhos que carregam os pedestres mais cansados rsrs), onde você encontra uma Forever 21 gigante de 4 andares (!!!), Zara, H&M, Sephora, uma loja enorme da M&M’s, um shopping com as melhores grifes e agora está para inaugurar uma loja bem vistosa da Dolce & Gabbana.

Nanjing East Shanghai China compras

Forever 21 shanghai nanjing road compra fast fashion

O chato daqui é que os vendedores de rua (aka de produtos fake) vão te abordar o tempo tooodo, oferecendo “watches, bags, scarfs… good quality” e te seguem até você dizer não ou fazer cara feia. Seja firme e diga “Bu yao” – “não quero” em chinês – até eles arranjarem outro para atormentar.

Com o cair da noite, a rua de pedestres fica decorada com muitas luzes, repleta de painéis luminosos. Tem que passar por aqui para conhecer, mesmo se não tem planos de comprar algo.

Nanjing Rua de pedestres noite luzes

Nanjing night lights Shanghai luzes

A East Nanjing acaba após a praça People Square, que é onde começa a West Nanjing (Nanjing XiLu). Aqui é onde ficam as lojas de luxo e os shopping centers caros, tais como o City Plaza, IFC Mall, Plaza 66, Citic Square e muitos outros centros comerciais, que comportam lojas das melhores grifes do mundo: Chanel, Dior, Prada, Versace, D&G, Chloe, Louis Vuitton e muito mais, estão a cada esquina, praticamente. Mas, a menos que você pretende gastar muuuito bem, não se anime, os preços dos artigos de luxo na China são bem altos (competem com os preços no Brasil).

E é neste lado que você encontra também o, popularmente chamado, fake market. De fora, parece um mini shopping center, mas é só entrar e ver os pequenos estandes com as paredes abarrotadas de roupas penduradas, com todos os tipos de eletrônicos, sapatos e tênis da Nike e Adidas e prateleiras cheias de bolsas e acessórios de grife. Tudo cópia ou réplica dos originais, claro. Vale a pena conhecer? Se você quiser experimentar o verdadeiro estilo de compra chinês, com certeza! É o lugar certo para pechinchar. Eu acho que vale a pena para comprar roupas para crianças (elas crescem tão rápido né!?). Tem muita coisa fofa, réplicas da Polo, Tommy, Diesel, Zara, entre outras marcas e a qualidade é ok. Mas nunca pague mais do que 50% do preço inicial do vendedor. É claro que eles vão olhar para sua cara, ver que você é estrangeiro e cobrar um preço absurdo. Aí você oferece o seu preço, eles fazem um drama “no no no my friend, this is good quality“, tudo cena, seja firme e mantenha o preço. Ou finja que desistiu da compra e vá embora, eles vão atrás de você tentando fechar negócio. No início é divertido, mas depois cansa rsrsrs

As melhores réplicas de relógios e bolsas estão escondidos em compartimentos secretos (não, não é exagero) e se você tiver interesse, tem que pedir com jeitinho para o vendedor pelos produtos “really good quality” e ele vai te levar até eles.

Entrada fake market A P Plaza Shanghai

fake market bolsa roupa mala

Se está a procura de… cultura e arte chinesa | Old Town

Se você está interessado em lembrancinhas, antiguidades, pinturas, chás, artesanato, bijoux, roupas de seda e vestes tradicionais chinesas, os arredores do Yuyuan Garden é o lugar certo! Assim que você chegar na região da Old Town, já dará de cara com várias lojinhas lado a lado, vendendo de tudo um pouco. Tem até inseto empalhado sendo vendido em caixinhas ou com cordões, para serem usados como colar ou pulseira (?). Eu chamo de lugar das “tranqueiras”, aquelas bugigangas que não tem muita utilidade, mas que a gente adora ver e comprar. Mas na verdade, tem muita coisa legal, sim. Dá para comprar presentes para a família inteira aqui. Eu gosto muito dos lenços de seda, das pulseiras coloridas e outros acessórios para cabelo e dos penduricos fofos, que estão super em alta agora, para usar preso na bolsa. Mas não se esqueça de barganhar. Sempre, ok!?

Yuyuan Garden compras cultura artesanato chines

Enfeite bolsa china

Se está a procura de… moda feminina de luxo e beleza | Huaihai Road

Essa é outra famosa rua comercial e é conhecida como a Champs Elysees de Xangai, por ser localizada na parte onde era a concessão francesa da cidade e por isso, ainda tem muitos prédios no maior french style. É o lugar para mulheres que gostam de moda e estilo. Tem vários shoppings centers com lojas de luxo, boutiques e outras fashion stores com preços mais acessíveis. Os centros comerciais mais famosos são o Times Square e o International Shopping Center. É gostoso de passear por essa rua, mesmo sem intenção de fazer compras. Huaihai Road compras lojas xangai

Huaihai Road French concession passeio turismo shanghai china

Xangai não tem os outlets de Hong Kong, mas lugar é o que não falta para comprar e/ou pechinchar. Gostaram das dicas? Deixe seu comentário e boas compras! :)

24 julho, 2015
O deslumbrante Yuyuan Garden |Um jardim para conhecer em Xangai
China, DICAS, VIAGENS

Yu yuan Garden Shanghai China

Eu já falei dele aqui no blog, mas o Yuyuan Garden é um lugar tão especial e bonito, que merece um post só sobre ele. Mesmo não sendo a minha atração preferida em Xangai (quem curte a Fanpage e segue no Insta já deve ter percebido que eu amo o The Bund e a Pearl Tower), o jardim traz a essência da antiga e tradicional China e todo turista que vem ao país deve conhecer.

O Yu Garden fica no coração da Cidade Antiga de Xangai a poucas quadras do The Bund. Ele foi construído em 1577, ainda na Dinastia Tang, para que os chineses pudessem desfrutar de momentos tranquilos e felizes. Yu, em mandarim, significa agradável, gratificante. Hoje em dia, é um dos destinos mais turísticos da China e está sempre cheio. E por sua beleza natural e arquitetônica e pelo peso cultural que carrega vale muito a visita.

Cidade Antiga Shanghai centro
Cidade Antiga, chegando ao Yu Garden
Yu Garden jardim lago peixe
O lago cheio de carpas e a ponte em zigue-zague, bem no centro do Yu Garden
Estrangeiro e chines Yu Garden
E os chineses, como de costume, gostam de tirar foto com os estrangeiros. Essa menina quis tirar foto com a minha mãe. Querida!

Para entrar no jardim privado, repleto de verde, pedras e lagos com carpas, é preciso pagar 30 RMB, o que equivale hoje, 2015, a R$ 15. O ticket pode ser comprado na hora mesmo, próximo a entrada do jardim. Se por fora já é lindo, dentro do jardim é encantador!

lago jardim Yu Garden Cidade Antiga Shanghai
À entrada do Yu Garden. Lindo demais!!!

E claro que como todo lugar turístico, as imediações do jardim são repletas de lojinhas que vendem de tudo: roupas de seda, acessórios handmade, antiguidades, chás, lembranças, brinquedos, de tudo um pouco. Nunca pague pelo primeiro preço que o vendedor te pedir, a graça do negócio é pechinchar.

Ruas chinesas Yu Garden
Ruas de pedestres, no maior estilo chinês. São várias, é fácil se perder por aqui
compras lembraças souvenirs chineses
Uma entre tantas lojas de lembrancinhas chinesas

E se bater a fome, o que não falta por aqui são barraquinhas de petiscos chineses, com os famosos dim-sums (pastelzinhos fritos ou cozidos no vapor com recheios variados) e os dumplings. E é no Yu Garden, logo depois da ponte em zigue-zague, que fica a casa de chá mais tradicional da cidade, a Huxing Ting.

Lojas comida passeio turistico
Olha a chinesa de vermelho devorando o que parece ser um noodles, no meio da rua!

O lugar é muito bonito e qualquer turista não pode ser de Xangai sem conhece-lo. Reserve pelo menos uma manhã inteira ou uma tarde para visitá-lo (se não gosta de multidão, evite os finais de semana). Para chegar lá, é só pegar um metrô até a estação Yuyuan Garden, seguir o fluxo de pessoas pela Henan Road até avistar essas construções estilo chinesas. E aí é só curtir cada pedacinho!

Então, gostaram de conhecer um pouco mais do Yuyuan Garden? Deixe seu comentário!

21 julho, 2015
Top bares e restaurantes para sair e se divertir em Xangai
China, DICAS, VIAGENS

Antes de começar a falar sobre bares e restaurantes preferidos de Xangai, quero deixar bem claro de que estes se tratam de uma escolha pessoal minha, baseados na experiência que tive em cada um deles. Xangai tem inúmeras opções de bares, restaurantes e baladas e eu ainda não tive a oportunidade (e nem tempo suficiente) para conhecer todos. Então, aqui estão os lugares que eu fui, gostei e aprovei e indico para amigos ou quem mais perguntar. Os amigos que já foram também aprovaram, viu.

Para começo de conversa, já adianto: todo turista deve ir em pelo menos um bar/restaurante no rooftop de algum prédio do The Bund, para apreciar a vista maravilhosa de lá. Se o dia está bonito e ensolarado, minha dica é esperar pelo sunset (e consequentemente pela Pear Tower se acender) tomando um drink em algum bar. Quem me acompanha nas redes sociais {Face China Chic Blog e Insta @ChinaChic} ou leu meu último post, já deve ter percebido que eu amo a tal da torre rsrsrs. Mas vê-la ao vivo, toda iluminada, é realmente mágico (eu fico mais emocionada com a Torre de Pérola do que com a Torre Eiffel, me julguem!). Mas vamos ao que interessa…

Para quem procura um lugar mais calmo e com comida boa, eu sugiro o restaurante POP, no último andar do prédio Three On The Bund. O restaurante inaugurou há poucos meses, mas já é sucesso. Até tem um barzinho, mas o movimento não costuma ser muito intenso como no restaurante. Geralmente é bom fazer reserva, mas em todas vezes que fui tinham mesas vagas.

Vista do rooftop Pop restaurante
Vista mais gostosa ever no 6º andar do Bund, n 3
janta delicia frango Pop restaurante
Minha pedida: frango com creme de milho e pure trufado, delícia

Já quem procura um agito, o Bar Rouge ou o Vue Bar no Hyatt são os lugares certos. Ambos com música boa, deliciosos drinks e localização e vista perfeita no The Bund. Os bares abrem em torno das 17 horas, mas em certos dias da semana, o negócio começa a esquentar e a festa rola até a madrugada.

Festa Bar Rouge The Bund Shanghai China
Baladinha a céu aberto no Bar Rouge, bem mais ou menos rsrsrs
Vista da Pearl Tower Bar Vue Hyatt hotel
Drink with a view. Esperando o pôr do sol no Vue Bar – Hyatt

Próximo dessa região fica a M1NT, um club com restaurante, bar e balada. Adoro isso! Você sai pra jantar e se animar, é só dar uma esticadinha até o outro lado do corredor (com dois aquários enormes com baby tubarões) e curtir uma festa com dj e tudo. A decoração do lugar é incrível e a vista melhor ainda. Para entrar não precisa pagar (acho que isso rola só no Brasil mesmo), mas tem aquele esquema que só entra quem está bem vestido ou é membro do club. É super conhecido pelos estrangeiros. Fui na After Party da formula 1 que rolou em abril e estava demais, animação e gente bonita, nem parecia que estava na China kkkk

M1nt corredor Aquario bebe tubarão decoração incrivel
Coisa mais linda esses aquários, né gente?! Fico boba com os mini tubarões
After Party Formula 1 M1NT Xangai
Yes! This is real! Dançarinas caracterizadas, performances em cima da mesa e muitas luzes. Super divertido!

Outro bairro gostoso para sair a noite é o Xintian Di, super charmoso e com várias opções. Eu gosto muito da comida e do ambiente do Kabb (tem em outros endereços), mas quando o assunto é agito, a pedida é o bar da Paulaner. Cervejeiros/choppeiros de plantão e apreciadores da comida alemã vão adorar! Toda noite tem banda, que começa com músicas de bolero bem suave e depois animam e levam a galera pra pista com músicas pop, rock e salsa. Está sempre lotado de segunda a segunda.

happy hour cerveja margarita Paulaner bar
Vai um chopp ou uma margarita aí?

Pudong, o bairro mais novo de Shanghai também é cheio de bares tops. Álias, o bar mais alto do mundo fica lá – o Cloud 9. Ele fica no 87º andar do Grand Hyatt hotel e precisa pegar três elevadores, para chegar até lá. Crazy né!? Mas vale a pena, a vista 360º de Pudong é de cair o queixo. Outro bar muito bem recomendado é o Flair, que tem um lounge enorme a céu-aberto no alto do Ritz-Carlton hotel.

Noite em Shanghai vista bar Cloud 9 Grand Hyatt China
De tirar o fôlego a vista do Cloud 9 (precisava de um emoji agora pra mostrar minha cara de “uauuu”)

De dia, seja para breakfast, brunch, almoço ou lanche da tarde eu adoro o Baker & Spice. Uma padaria, que além de sanduíches e doces, serve saladas e massas deliciosaaas. Ah, os croissants são de outro mundo, até deu água na boca só de lembrar :P. Tem vários endereços, mas sempre vou no do Shanghai Centre na West Nanjing Road.

Todo dia tem algum evento, festa, show acontecendo em Xangai, é só ficar ligado. No site Smart Shanghai tem de tudo e para todos os gostos.

Depois me contem se aprovaram as dicas.

Zai jien/ até logo!